NFL

Les Snead garante que Los Angeles Rams acertará extensão com Aaron Donald

Aaron Donald, defensive tackle do Los Angeles Rams

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Los Angeles Rams adotou uma postura agressiva nesta free agency e contratou grandes jogadores. Mas nada disso afeta a situação do defensive tackle Aaron Donald

Nas últimas semanas, a franquia californiana acertou trocas para adquirir os cornerbacks Marcus Peters e Aqib Talib, e o wide receiver Brandin Cooks, além de contratar o defensive tackle Ndamukong Suh.

Nada disso, contudo, afeta a futura extensão de contrato com Donald. Quem garante isso é Les Snead.

“Nós temos um bom diálogo com seus agentes. Vou manter tudo isso internamente, mas nada disso afeta Aaron Donald. Ele é um dos 53 e, como eu disse muitas vezes antes, nós colocamos isso no orçamento. Nós não fizemos tudo isso e esquecemos dele, podem ter certeza”, declarou o general manager, durante a coletiva de apresentação de Brandin Cooks, nesta quinta (5).

Os Rams estão em situação apertada em termos de salary cap em 2018.

Atualmente, o time da Califórnia está acima do limite do teto salarial por US$ 3 milhões, segundo o site ‘OverTheCap.com’. Já para a temporada que vem, a projeção é que Los Angeles terá o segundo maior espaço no salary cap em toda a NFL, atrás apenas do New York Jets.

Assim sendo, os Rams terão espaço mais do que suficiente para pagar muito dinheiro a Donald, melhor defensive tackle da NFL na atualidade, e ainda estender contratos de Peters e Suh, atualmente com acordos pertos de expirar.

Os Rams também já estão trabalhando em uma extensão contratual para Cooks.

A questão central é que os Rams não podem se dar ao luxo de deixar Aaron Donald livre no mercado. Desta forma, a organização precisa acertar um novo contrato com o DT neste ano, preferencialmente antes da temporada 2018.

Em relação às contratações chamativas neste mês, Snead aproveitou a ocasião para colocar os pés no chão e esfriar a conversa de tudo ou nada para L.A. nesta próxima temporada.

“Simplesmente, 2018 é importante, nós definitivamente queremos repetir como campeões da NFC (West). Muitos dos jogadores que adquirimos são jovens e evoluíram para estar no auge de suas carreiras e adoraríamos aproveitar isso, não apenas em 2018, mas em 2019, 2020, 2021 e além”, observou. “2018 é importante, 2019 é muito importante e Sean (McVay) e eu estamos dizendo o tempo todo que, adivinhem, é 2018, mas ainda estamos 11 vitórias atrás da temporada 2017. Só porque tivemos uma offseason chamativa em 2018 não significa que estamos melhor neste ano do que estávamos no ano passado porque estamos 11 jogos atrás do time do ano passado. Mas cabe a nós começar aqui nas próximas semanas, como fizemos no ano passado, e assegurar que ganharemos 12 ou mais”, finalizou Les Snead.

Comments
To Top