NFL

Leonard Fournette: segunda metade da temporada será ainda melhor

Leonard Fournette, running back do Jacksonville Jaguars

(Crédito: Instagram/reprodução)

O início de carreira profissional tem sido muito positivo para Leonard Fournette. O running back calouro do Jacksonville Jaguars correu 130 vezes para 596 jardas e seis touchdowns em seis jogos, tendo anotado pelo menos um TD em cada uma de suas partidas até agora, além de ter feito 15 recepções para 136 jardas e um TD.

Porém, ele acredita que o melhor ainda está por vir e que a segunda metade da temporada 2017 promete ser ainda mais produtiva.

O camisa 27 disse que é um running back diferente agora do que era um mês atrás. Fournette disse que tem uma melhor compreensão do ataque e se sente mais confortável na NFL. Assim, o RB crê que pode ser um fator de desequilíbrio na caminhada dos Jags para buscar o título da divisão AFC South.

“No começo da temporada, eu ainda estava tentando descobrir as jogadas e essas coisas. Apenas entendendo (o) curso das minhas corridas e também sendo apenas mais paciente, acho que conforme a temporada foi se desenrolando, eu melhorei nisso”, disse Fournette.

Fournette afirmou que as maiores razões para sua evolução são a experiência que ele ganhou nos primeiros seis jogos (ele perdeu o sétimo jogo devido a uma contusão no tornozelo), treinar com a forte defesa dos Jaguars todos os dias e também trabalhar com o treinador de running backs Tyrone Wheatley, que foi selecionado na primeira rodada do draft de 1995.

Em seus últimos dois jogos, o calouro correu para 311 jardas e três touchdowns, com uma média de 6,3 jardas por carregada.

Caso Fournette entre na end zone neste domingo (5) contra o Cincinnati Bengals, ele vai se tornar o primeiro jogador na história da National Football League a marcar um touchdown em cada um dos primeiros sete jogos da carreira, segundo o Elias Sports Bureau.

Para efeito de comparação, os running backs dos Jaguars marcaram sete touchdowns em toda a temporada passada (cinco corridos e dois recebidos). Só Fournette já tem sete neste ano.

E é para isso que os Jaguars draftaram o jogador originário de LSU.

“Nós não temos a bola na end zone o suficiente. Nós precisamos jogadores para colocar a bola na end zone. Esse cara pode nos ajudar em relação a isso”, falou Tom Coughlin, vice-presidente executivo de operações de futebol americano do Jacksonville Jaguars, logo depois de selecionar Fournette no dia 28 de abril.

O novato entende isso.

“Esse é o meu trabalho. O que ele (Coughlin) diz eu assino embaixo, e é nisso que acreditamos como um todo. Esse é o meu trabalho e eu tendo fazê-lo no meu melhor”, finalizou Leonard Fournette.

Comments
To Top