NFL

Larry Fitzgerald garante que não vai derramar lágrimas quando se aposentar

Larry Fitzgerald, wide receiver do Arizona Cardinals

(Crédito: Twitter/reprodução)

Larry Fitzgerald continua sendo questionado sobre aposentadoria, mas ele ainda não sabe responder se vai pendurar as chuteiras depois da temporada 2017. O wide receiver do Arizona Cardinals, contudo, sabe que ele vai se aposentar e não ser aposentado.

Em sua primeira entrevista coletiva no training camp do time, neste domingo (23), o recebedor se esquivou da pergunta sobre se essa temporada será a sua última na National Football League.

“Eu me sinto bem agora. Quando isso mudar, eu vou informá-los”, falou o camisa 11 aos jornalistas.

O wideout também frisou que, caso ele se aposente mesmo depois deste próximo campeonato, ele não fará o anúncio em entrevista coletiva e nem vai derramar lágrimas.

“Não é assim que eu sou. Sou apenas um jogador de 1.600 na National Football League e é algo muito maior do que eu. Nunca vai ser assim”, garantiu.

Entrando nesta temporada, que será a sua 14ª na liga, Fitzgerald é atualmente o terceiro em recepções na história da NFL, com 1.125 na carreira. Porém, não são os recordes pessoais que o motivam a continuar atuando profissionalmente e, sim, a vontade de conquistar um título de Super Bowl.

“Isso é enorme. Essa é a única razão para eu estar jogando neste momento. Do ponto de vista pessoal e as coisas que conquistei, está bom. Mas a coisa que você pode dizer que está fora do seu controle, porque é um esporte coletivo, é um título”, ressaltou.

Larry Fitzgerald já atuou em um Super Bowl, o XLIII, na temporada 2008, quando o Arizona Cardinals acabou perdendo para o Pittsburgh Steelers pelo placar de 27 a 23. E, mais recentemente, na temporada 2015, ele defendeu a franquia de Glendale na final da Conferência Nacional (NFC), quando o time perdeu para o Carolina Panthers por 49 a 15.

Na temporada passada, Fitzgerald fez 107 recepções (maior marca da liga em 2016) para 1.023 jardas e seis touchdowns. E, aos 33 anos, ele quer continuar a jogar em alto nível e decidir quando quer se aposentar.

“O final nunca é realmente bonito para atletas de elite. Nunca parece bom na maior parte do tempo. Você vê Michael Jordan em um uniforme do Washington Wizards ou vê Tony Dorsett jogando pelo Denver Broncos ou Shaquille O’Neal jogando pelo Boston Celtics. É estranho porque você está acostumado a vê-los jogar em sua fase mais dominante (…) Não é bonito, mas, para mim, eu realmente quero poder jogar, fazer as coisas em alto nível e ser capaz de se afastar ainda sendo alguém que pode jogar em alto nível”, frisou.

Buscar um título de Super Bowl em 2017 ou mais adiante também vai depender da possibilidade de o Arizona Cardinals manter o técnico Bruce Arians e o quarterback Carson Palmer. Enquanto o head coach disse dias atrás que sua saúde é que vai determinar se ele seguirá treinando além de 2017, o quarterback está tomando sua decisão de seguir jogando ano a ano.

Mas Fitzgerald assegura que sua decisão de se aposentar não será influenciada por outras pessoas.

“Eu realmente não tomo nenhuma decisão com base em ninguém. Eu nunca realmente faço isso. Eu não sei o que o futuro reserva. É por isso que este ano é muito mais importante porque nós não precisamos pensar sobre o que estaremos fazendo depois do dia 4 de fevereiro (data do Super Bowl LII). Não importa. A única coisa que importa é o dia até agora e como podemos melhorar e fazer o que precisamos para nos dar a oportunidade de se classificar aos playoffs, possivelmente vencer a divisão e tentar vencer a final de conferência e chegar ao Super Bowl. Isso é realmente o que é importante. O longo prazo não significa nada neste momento”, finalizou Larry Fitzgerald.

Selecionado na primeira rodada do draft de 2004 pelo Arizona Cardinals, com a terceira escolha geral, Larry Fitzgerald soma 1.125 recepções para 14.389 jardas e 104 touchdowns em 202 jogos de temporadas regulares disputados na carreira.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top