NFL

Laremy Tunsil não deve começar carreira no programa de abuso de substâncias

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

O offensive tackle Laremy Tunsil, selecionado pelo Miami Dolphins na primeira rodada do draft de 2016, não vai iniciar sua carreira profissional sob o estágio 1 do programa de abuso de substâncias da National Football League, segundo informações da ‘ESPN’ norte-americana.

Apesar de começar sua trajetória na liga com ‘ficha limpa’, a NFL vai monitorar Tunsil de perto e dar apoio ao atleta se alguma intervenção for necessária.

Antes cotado como uma provável escolha ‘top 10’ do draft, Laremy Tunsil foi selecionado apenas na 13ª posição depois que, minutos antes do início do draft, na última quinta-feira (28), um vídeo foi publicado em sua rede social mostrando o tackle fumando em um bong, levando muitos times a desistirem do jogador de Ole Miss. O jogador e o agente alegam que a conta no Twitter foi hackeada.

“Eu não tenho problema com drogas. Vocês podem checar todos meus testes na faculdade. Eu nunca fui pego em nada”, declarou Tunsil à imprensa de Miami, depois de ser draftado.

Há uma cláusula de comportamento no acordo coletivo de trabalho firmado entre a NFL e a NFLPA, união que representa os atletas da liga, que permitiria que Laremy Tunsil fosse colocado no estágio 1 do programa de abuso de substâncias.

Brian McCarthy, vice-presidente de comunicações da National Football League, não comentou sobre a elegibilidade de Tunsil no programa à ‘ESPN’: “não podemos comentar a condição de qualquer jogador devido à natureza confidencial do programa de abuso de substâncias da NFL-NFLPA”.

Laremy Tunsil se envolveu em alguns problemas durante sua época de Ole Miss, entre eles ter recebido dinheiro de um técnico, coisa que ele admitiu e é proibido pelas regras da NCAA, mas o Miami Dolphins afirma que o atleta foi muito claro em relação às suas transgressões em entrevista com a franquia e, desta forma, a organização garante estar tranquila em relação ao caráter do offensive tackle.

Stephen Ross, dono do Miami Dolphins, chegou a rasgar elogios a Tunsil.

Laremy Tunsil admitiu que tem muita coisa a provar chegando aos Dolphins, mas assegurou que vai dar tudo de si.

“Não questionem meu caráter. Vocês não podem julgar um livro pela capa. Sou uma boa pessoa. Sou um cara descontraído, que não faz muita coisa”, frisou.

Comments
To Top