NFL

LaMarr Woodley detona dois ex-coordenadores defensivos: “burros”

(Crédito: Arizona Cardinals/divulgação)

(Crédito: Arizona Cardinals/divulgação)

Ex-outside linebacker do Arizona Cardinals, LaMarr Woodley não poupou palavras para criticar seus dois ex-coordenadores defensivos, afirmando que ambos não o utilizaram de forma correta defensivamente.

Durante um episódio de seu podcast ‘Avenue 56 with LaMarr Woodley’, nesta semana, o defensor, que não se referiu por nome aos coordenadores, reclamou de Jason Tarver, coordenador defensivo do Oakland Raiders, e James Bettcher, coordenador do Arizona Cardinals. Sobre Tarver, a reclamação foi por movê-lo para a posição de defensive end em 2014, enquanto que sobre Bettcher a crítica foi pela maneira como ele foi utilizado como outside linebacker no ano passado.

“Em Oakland, tivemos um coordenador defensivo burro, e em Arizona, tivemos um coordenador defensivo burro. Foram apenas dois caras burros que pareciam que… eles nunca jogaram futebol americano, mas sentiam que sabiam mais sobre futebol americano. Eles pensavam que fôssemos como jogadores de Madden. Eles desenhariam algo e, no papel, parecia bom, mas os jogadores ainda tinham que ir lá e executar”, detonou. “E esses caras não ouviam realmente os seus jogadores. Eles tinham mentes fechadas. O que quer que eles vissem, eles queriam que a gente fizesse e esse era o problema. Eu não era uma boa opção lá”, completou Woodley.

Bettcher e Tarver jogaram futebol americano universitário. O primeiro foi homem de linha ofensiva na Universidade de Saint Francis e o segundo atuou como defensive back no West Valley College.

LaMarr Woodley, que rompeu o músculo peitoral na semana 11 da temporada passada e perdeu o restante do campeonato, culpou Bettcher pela derrota dos Cardinals para o Carolina Panthers, na final da Conferência Nacional (NFC), pelo placar de 49 a 15. Para o jogador, o coordenador não ouviu os jogadores.

“Em Arizona, nós tínhamos uma das melhores defesas. Você olha para aquela defesa empilhada de todo lado e olha para os resultados que ocorreram no jogo contra Carolina. Não foi porque tínhamos jogadores ruins. Não, nosso coordenador defensivo, ele simplesmente não tinha o senso comum para falar aos seus jogadores fazerem os ajustes porque ele apenas queria fazer as coisas da maneira dele. Quando ele fez as coisas da maneira dele, aqueles foram os resultados que conseguimos. Esse é o resumo”, completou.

Woodley também falou sobre a diferença de postura de Bettcher e Tarver em relação Dick LeBeau, ex-coordenador defensivo do Pittsburgh Steelers, time que ele defendeu de 2007 a 2013. Para o linebacker, LeBeau teria ouvido as reclamações dos jogadores porque ele também foi atleta.

“Se algo não dava certo e um jogador chegasse até ele e conversasse, o coach LeBeau ouvia seus jogadores porque ele jogou o esporte e ele compreendia isso, então ele ouvia seus jogadores. É por isso que Pittsburgh foi bem-sucedido na defesa por todos aqueles anos, porque eles tinham um treinador que ouvia seus jogadores. Quando eu estava em Oakland e quando estava em Arizona, os coordenadores defensivos não ouviam os jogadores. Eles queriam fazer tudo da maneira deles e apenas do jeito deles, e como vocês veem, quando alguns treinadores apenas fazem as coisas da maneira deles, as coisas não saem bem”, finalizou.

Atualmente sem time, LaMarr Woodley tem nove anos de experiência na NFL e, em sua carreira profissional, ele soma 314 tackles, 58 sacks, nove fumbles forçados e cinco interceptações.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top