NFL

Kyle Shanahan: fiz as chamadas do Super Bowl LI como no ano inteiro

Kyle Shanahan, técnico do San Francisco 49ers

(Crédito: Twitter/reprodução)

O San Francisco 49ers sofreu com brigas de poder nos últimos anos e o general manager John Lynch e o head coach Kyle Shanahan revelaram que o processo de contratação teve a intenção de evitar esse tipo de atrito.

“Ter a oportunidade em que o proprietário lhe dá a chance de entrar com um general manager e ter certeza que os dois estão no mesmo caminho antes de fazer isso, isso foi o que tornou a oportunidade tão especial”, disse Shanahan. “Você não tem muito essa oportunidade nesse negócio e é algo que eu pensei que nunca teria a oportunidade”.

Enquanto Shanahan terá controle total sobre o elenco de 53 jogadores, Lynch será o responsável pelo draft, free agency e elenco de 90 jogadores. Mesmo assim, as decisões terão a aprovação um do outro.

“Free agency e draft, eu acho que tenho, mas em todos os casos eu também tenho escrito que o assunto precisa da aprovação do outro”, disse o executivo. “É assim que queríamos isso”.

O novo general manager também falou sobre a situação da posição de quarterback. “Colin (Kaepernick) estendeu a mão e planejamos ver isso. Isso é o que Kyle e eu nos comprometemos. Kyle falou isso com o intuito de descobrir o que ele precisa você tem que fazer um inventário do que tem. Nós ainda estamos nesse processo”.

Shanahan também revelou na entrevista coletiva que ele foi o responsável pelas chamadas ofensivas do Atlanta Falcons no Super Bowl e foi perguntado sobre o relato de que ele disse que “eu estraguei isso”.

“Nós jogamos esse jogo como jogamos o ano inteiro. Eu chamei as jogadas como fiz o ano inteiro”, disse ele. “Eu não sei se eu usei exatamente essas palavras, mas isso soa como eu falei”.

Comments
To Top