NFL

Kerry Hyder rompe tendão de Aquiles; veja boletim de lesões

Kerry Hyder, defensive end do Detroit Lions

(Crédito: Twitter/reprodução)

O pior cenário foi confirmado para o Detroit Lions nesta segunda-feira (14). O defensive end Kerry Hyder foi diagnosticado com uma ruptura no tendão de Aquiles e, desta forma, ele está fora da temporada 2017 da National Football League.

A informação foi confirmada pelo jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Hyder sofreu a lesão no começo da vitória sobre o Indianapolis Colts por 24 a 10, no último domingo, em duelo válido pela semana 1 da pré-temporada.

Logo depois do jogo, o técnico Jim Caldwell demonstrou que o cenário não era nada bom e caracterizou a lesão como “significativa”, mas ele preferiu não confirmar a ruptura antes do diagnóstico. Contudo, a grave contusão já era esperada.

A notícia é bem negativa para o pass rush dos Lions, que perde um bom jogador. Depois de entrar na liga como agente livre não draftado em 2015, Hyder teve um grande 2016 e, em 16 jogos, ele somou oito sacks e 36 tackles combinados, além de um passe desviado.

Com a contusão de Hyder, Ziggy Ansah terá ainda mais pressão sobre suas costas para comandar o pass rush da franquia de Michigan.

Confira outras notícias de lesões desta segunda (14):

– O running back Devonta Freeman apresentou sintomas de concussão durante o treino do Atlanta Falcons no último domingo e, nesta segunda-feira, o técnico Dan Quinn anunciou que o jogador está no protocolo de concussão e descartou a participação do atleta no jogo desta semana contra o Pittsburgh Steelers, válido pela semana 2 da pré-temporada.

“Após levá-lo para dentro ontem, quando achamos que ele estava com (problemas) relacionados ao calor, ele relatou que teve alguns sintomas de concussão. Então, o colocamos no protocolo por isso. Ele ficará fora esta semana. Ele pode começar a treinar, mas vamos descartá-lo agora”, declarou Quinn, segundo o ‘Atlanta Journal Constitution’.

Quinn acrescentou que não tem certeza se Freeman ficará afastado pelo restante da pré-temporada, de acordo com a ‘ESPN’ norte-americana.

– O wide receiver John Ross, calouro selecionado pelo Cincinnati Bengals na primeira rodada do draft, treinou pela primeira vez desde que o training camp começou, no final de julho. Segundo Geoff Hobson, do site oficial da franquia de Ohio, Ross participou sem limitações dos treinamentos de 11 contra 11.

Ex-jogador da Universidade de Washington, Ross passou por cirurgia no ombro em março. Vale lembrar que ele foi o responsável por quebrar o recorde de Chris Johnson no tiro de 40 jardas do NFL Scouting Combine.

– O Los Angeles Chargers está visando uma estreia em outubro para o wide receiver Mike Williams, selecionado na primeira rodada do draft deste ano. O calouro originário de Clemson está se recuperando de uma hérnia de disco na parte inferior das costas e já voltou a correr, mas ele está afastado das atividades no training camp da franquia.

Os Chargers optaram por descanso e reabilitação na lesão do jogador em vez de um procedimento cirúrgico. Assim, a organização californiana está sendo extremamente cautelosa e é por isso que, segundo diversas fontes, o plano é que Williams jogue apenas em outubro.

A crença neste momento é que, caso não haja nenhum contratempo na recuperação, o wide receiver volte a treinar em setembro e possa jogar em outubro. Vale ressaltar que os Chargers ainda não decidiram se ele vai iniciar a temporada na lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP), o que significaria que ele só poderia jogar a partir da semana 7.

Em outra notícia do departamento médico dos Chargers, o linebacker Denzel Perryman deve ficar afastado por até seis semanas devido a uma contusão no tornozelo.

– O linebacker/defensive end Brandon Copeland sofreu uma ruptura no músculo peitoral durante a vitória do Detroit Lions sobre o Indianapolis Colts, no último domingo, e vai precisar passar por cirurgia, segundo informações de Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Assim, o defensor ficará fora de toda esta próxima temporada da NFL.

Copeland se lesionou na segunda metade do jogo, foi para o vestiário e não retornou. Ele é um jogador importante tanto para a defesa (pode atuar como linebacker e defensive end) quanto para os special teams.

– O wide receiver Marqise Lee, do Jacksonville Jaguars, sofreu uma entorse no tornozelo durante treino realizado neste último final de semana, segundo o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, e o recebedor deve tentar voltar na abertura da temporada. Apesar disso, a cautela do time pode estender a data de retorno.

Em outra notícia do DM dos Jaguars, o running back calouro Leonard Fournette foi mantido novamente fora do treino nesta segunda. O jogador está lidando com uma lesão persistente no pé e, no último domingo, o técnico Doug Marrone ressaltou que a franquia está agindo com cautela e que não vai apressar o retorno.

Tanto Lee quanto Fournette não devem atuar no jogo desta quinta (17) contra o Tampa Bay Buccaneers, válido pela semana 2 da pré-temporada da NFL.

– O running back Kenyan Drake, do Miami Dolphins, sofreu uma aparente lesão na cabeça durante o treino desta segunda. O técnico Adam Gase não pôde, contudo, confirmar imediatamente após a atividade se o atleta sofreu uma concussão.

Em outras notícias do departamento médico da franquia da Flórida, o tight end titular Julius Thomas não treinou nesta segunda devido a uma lesão nas costas, mas Gase observou que a lesão é algo menor e que Thomas ficará bem. O wide receiver Leonte Carroo também ficou fora do treino devido a uma contusão no músculo posterior da coxa.

– Recém-chegado ao Buffalo Bills, o wide receiver Jordan Matthews sofreu uma pequena fratura no osso esterno (região do tórax) e será avaliado semana a semana.

– O linebacker Justin Durant, do Dallas Cowboys, passou no teste físico e deve voltar aos treinos, segundo informações da franquia texana. Ele estava lidando com um problema no cotovelo.

Comments
To Top