NFL

Julian Edelman sobre recepção milagrosa: “70% sorte, 30% habilidade”

Julian Edelman, wide receiver do New England Patriots

(Crédito: Twitter/reprodução)

Nossos queixos ainda estão caídos. Os olhos ainda estão arregalados. Permanecemos sentados em frente aos aparelhos televisores, absolutamente tomados pela perplexidade.

Estou falando da recepção de Julian Edelman durante o Super Bowl LI, um lance que só pode ser explicado como algo derivado de forças divinas, mostrando que nossa existência é muito mais do que o plano concreto, aquilo que podemos tocar.

Enfim, chega de tanta reflexão. Vamos focar apenas no que vimos e no que até o próprio wide receiver do New England Patriots parece duvidar.

Em entrevista ao programa The Tonight Show, do talentoso apresentador Jimmy Fallon, Edelman, que estava ao lado de seu técnico Bill Belichick, não escondeu que o lance foi incompreensível até mesmo para ele próprio.

“70% sorte, 30% habilidade”, declarou o camisa 11 dos Patriots, esbanjando sinceridade.

O wideout, inclusive, fez uma autocrítica à maneira como percorreu sua rota no lance.

“Depois que tudo isso aconteceu, fiquei um pouco decepcionado com minha rota, não vou mentir. Eu deveria ter me mantido nela um pouco mais”, observou

O Edelman Catch, Edel-Catch ou como quer que você queira chamar o lance miraculoso é difícil de compreender. A recepção foi realizada na campanha que acabou culminando no empate que levou o jogo para a prorrogação.

A jogada já está imortalizada como uma das maiores da história do grande jogo e compete de perto com a recepção de David Tyree (a que ele segurou a bola com a ajuda do capacete) no Super Bowl XLII.

Caso você não tenha visto ainda (se é que isso é possível) ou queira rever o lance espetacular, confira a entrevista completa no vídeo abaixo:

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top