NFL

Josh McCown sai da aposentadoria e fecha com Eagles; veja mais movimentações na NFL

Josh McCown, quarterback da NFL

O quarterback Josh McCown, que anunciou sua aposentadoria meses atrás, está retornando à National Football League para sua 17ª temporada na liga e assinou um contrato com o Philadelphia Eagles. O anúncio foi feito pela franquia.

Uma fonte disse que os Eagles estão dando a McCown um contrato de um ano de duração que inclui US$ 2 milhões garantidos e que pode chegar a US$ 5,4 milhões.

Atualmente com 40 anos de idade, McCown estava acertado para ser comentarista da ‘ESPN’ dos Estados Unidos nesta temporada, mas ele estava se ‘coçando’ para voltar a jogar e disse à emissora que, se surgisse uma boa oportunidade, ele analisaria.

O signal caller pretende resumir sua carreira como comentarista após a temporada 2019.

Os Eagles já perderam dois quarterbacks por tempo indeterminado nesta pré-temporada. Cody Kessler está afastado devido a uma concussão e Nate Sudfeld quebrou o punho esquerdo e passou por cirurgia. O time da Filadélfia, contudo, estava interessado em McCown antes mesmo das lesões.

O Philadelphia Eagles será o 11º time de McCown na NFC e, curiosamente, seu primeiro time na Conferência Nacional (NFC). Ele passou as últimas duas temporadas vestindo a camisa do New York Jets, somando cinco vitórias e 11 derrotas como titular, com 19 passes para touchdown e 13 interceptações.

Josh McCown é um de apenas sete jogadores na história da NFL a lançarem um passe para sete times diferentes. Ao lado de Ryan Fitzpatrick, atualmente no Miami Dolphins, ele é um dos únicos jogadores em atividade neste grupo.

Nesta temporada, ele terá a oportunidade de se tornar o primeiro QB a lançar um passe com oito camisas diferentes na NFL.

Confira mais movimentações ao redor da NFL neste sábado (17):

– O safety Derwin James, do Los Angeles Chargers, vai passar por cirurgia em seu pé, depois de exames mais detalhados realizados na fratura que ele sofreu em seu quinto metatarso. A informação foi apurada por Mike Garafolo, da ‘NFL Network’

James deve ficar afastado por um período mínimo de três meses e a operação será realizada pelo Dr. Robert Anderson, notório especialista em pé e tornozelo.

Um cronograma mais preciso será determinado após o procedimento, mas um retorno no meio de novembro é considerado o cenário mais provável. Isso torna o retorno de James ainda na temporada 2019 uma possibilidade, depois de o safety ficar umas boas semanas na injured reserve.

– No Jacksonville Jaguars, o wide receiver Marqise Lee foi ativado da lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list) e participou do treinamento. Seu retorno se dá apenas uma semana antes do aniversário de um ano de sua ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho.

A notícia é excelente para o corpo de WRs dos Jags e Lee vai se juntar a nomes como Dede Wetsbrook, Keelan Cole e D.J. Chark.

– O Tampa Bay Buccaneers acertou uma extensão de contrato de cinco anos com o general manager Jason Licht e, agora, o executivo tem vínculo com a franquia da Flórida até a temporada 2023 da NFL. A informação foi apurada por Mike Garafolo, da ‘NFL Network’.

O acordo foi forjado em janeiro, como acrescentou Garafolo, logo depois que os Bucs anunciaram Bruce Arians como novo head coach. Agora, o técnico e o GM têm a mesma duração de contratos.

– No Denver Broncos, o linebacker Von Miller recebeu um dia de descanso, enquanto o time fez um treinamento conjunto com o San Francisco 49ers. O defensor, que observou que ainda não perdeu um treino sequer no training camp, falou aos repórteres que espera jogar nesta segunda contra os Niners, no duelo que fecha a semana 2 da pré-temporada da NFL.

Também na franquia do Colorado, o cornerback Dymonte Thomas foi multado em pouco mais de US$ 28 mil por uma pancada desnecessário no jogo da semana passada contra o Seattle Seahawks, segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

– O Baltimore Ravens contratou o kicker Cameron Nizialek, ex-Alliance of American Football (AAF).

– No San Francisco 49ers, o safety Adrian Colbert foi multado em pouco mais de US$ 28 mil por uma pancada desnecessária contra o Dallas Cowboys, no final de semana passado. Colbert foi ejetado da partida por abaixar a cabeça enquanto batia no wide receiver Cedrick Wilson, causando lesão no recebedor de Dallas.

– O Oakland Raiders trouxe de volta o guard/center Cameron Hunt. O jogador de linha ofensiva ainda não fez sua estreia na NFL em jogos oficiais, mas está iniciando sua terceira passagem pela franquia californiana. Em decisão correspondente, os Raiders dispensaram o wide receiver Jordan Lasley.

– Um dia depois de perder o linebacker titular Avery Williamson para uma ruptura no ligamento cruzado anterior, o New York Jets contratou o linebacker veterano Albert McClellan, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Ele atuou no Baltimore Ravens em suas primeiras sete temporadas e passou pelo New England Patriots em 2018.

– O Washington Redskins contratou o linebacker Gary Johnson, um calouro não draftado, de acordo com Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

– No Indianapolis Colts, o running back Jonathan Williams (peito) se lesionou na partida deste sábado contra o Cleveland Browns e não retornou.

– No Cleveland Browns, o wide receiver Ishmael Hyman saiu do jogo deste sábado com uma concussão.

– No Kansas City Chiefs, o safety Tyrann Mathieu saiu do jogo deste sábado contra o Pittsburgh Steelers com uma contusão no ombro e não voltou. A franquia do Missouri disse posteriormente que a contusão não parece ser grave.

O tight end Deon Yelder machucou o tornozelo.

– No Houston Texans, o offensive lineman Tytus Howard, selecionado na primeira rodada do draft, saiu mais cedo do jogo deste sábado e foi visto saindo de campo acompanhado dos médicos.

Comments
To Top