NFL

Jordan Reed está mais perto de voltar aos Redskins; veja boletim de lesões

Jordan Reed, tight end do Washington Redskins

(Crédito: Twitter/reprodução)

O tight end Jordan Reed, do Washington Redskins, foi ativado da lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list). O astro da franquia tinha sido colocado na lista um dia antes de o training camp começar, devido a uma lesão no dedão do pé.

A meta para Reed retornar à equipe é no confronto contra o Cincinnati Bengals, válido pela terceira semana da pré-temporada da NFL, que será disputado no próximo final de semana. Na partida, Reed deve utilizar uma proteção personalizada.

Uma contusão no dedo do pé pode até não ser algo muito sério aparentemente, mas o problema é que ela pode se tornar uma lesão persistente. Assim, todo cuidado é pouco.

Reed chegou a se consultar com um especialista sobre seu problema no dedo e, agora, os Redskins estão adotando cautela extrema com um atleta que sofreu com lesões durante sua carreira profissional e é uma peça fundamental do ataque comandado pelo quarterback Kirk Cousins.

A notícia é excelente para o Washington Redskins, já que Jordan Reed é um dos melhores tight ends da NFL. Em quatro temporadas na carreira até agora, ele soma 248 recepções para 2.602 jardas e 20 touchdowns em 46 partidas de temporadas regulares.

Confira outras notícias de lesões deste domingo (20):

– O wide receiver Jordan Matthews, do Buffalo Bills, afirmou neste domingo que está “extremamente confiante” de que estará pronto para atuar na estreia do time na temporada regular, contra o New York Jets, mesmo após fraturar o esterno (tórax) em treino na semana passada.

Matthews participou em atividades individuais neste domingo, agarrando passes enquanto usava um capacete, mas ele não estava utilizando pads no ombro. Foi a primeira vez que o recebedor treinou desde a pequena fratura no esterno sofrida no dia 13 de agosto, logo em seu primeiro treino com os Bills depois de ser adquirido em troca com o Philadelphia Eagles.

– O safety Shawn Williams, do Cincinnati Bengals, não precisará passar por cirurgia em seu cotovelo deslocado, mas o problema vai manter o jogador afastado das atividades por um período entre quatro e seis semanas, de acordo com informações de Ian Rapoport, jornalista da ‘NFL Network’.

Williams sofreu a contusão durante a derrota dos Bengals para o Kansas City Chiefs por 30 a 12, na noite do último sábado (19), em jogo válido pela semana 2 da pré-temporada. Ele foi retirado de campo após a contusão.

– O linebacker Elandon Roberts, do New England Patriots, sofreu uma lesão nas costelas, de acordo com Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Os exames de raios-x não apontaram fratura, mas ele sofreu uma lesão no local.

– O técnico Mike Mularkey, do Tennessee Titans, disse que o wide receiver calouro Corey Davis (músculo posterior da coxa) está no caminho certo para poder atuar no quarto jogo do time na pré-temporada, enquanto que o também wide receiver Eric Decker (quadril/ombro) tem chance de jogar nesta próxima semana contra o Chicago Bears.

– O defensive lineman Javon Hargrave (concussão) e o linebacker Steven Johnson (músculo posterior da coxa), do Pittsburgh Steelers, não retornaram para o jogo contra o Atlanta Falcons, neste domingo, após sofrerem as respectivas contusões.

– O quarterback Philip Rivers e o tackle Russell Okung, do Los Angeles Chargers, não atuaram contra o New Orleans Saints neste domingo.

Também nos Chargers, o offensive tackle reserva Tyreek Burwell sofreu uma fratura na mão no confronto contra os Saints, de acordo com Alex Flanagan, da ‘NFL Network’. O center Max Tuerk lesionou o dedo da mão.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top