NFL

Jonathan Williams é absolvido de acusação de dirigir embriagado em Arkansas

Jonathan Williams, running back do Buffalo Bills

(Crédito: Buffalo Bills/divulgação)

O running back Jonathan Williams, do Buffalo Bills, foi inocentado na última quinta-feira (8) de duas acusações relacionadas à sua prisão no ano passado por, supostamente, dirigir enquanto estava intoxicado (DWI, em inglês).

Williams foi parado no dia 14 de julho de 2016, em Fayetteville, Arkansas, depois de ser flagrado andando em ziguezague na estrada. O atleta se recusou a passar pelo teste do bafômetro, seguindo orientação do seu agente, e disse aos policiais que tomou uma cerveja mais cedo naquela noite.

Segundo o relatório policial, Jonathan tinha olhos lacrimejantes, fala arrastada e tinha um “forte odor de intoxicantes” e “equilíbrio prejudicado” durante testes padrões de sobriedade.

Posteriormente, o running back do Buffalo Bills foi acusado de dirigir enquanto estava intoxicado (DWI) e por violação da lei de consentimento implícito.

Atualmente com 23 anos de idade, Williams não participou do treinamento dos Bills nesta quinta para comparecer à corte.

Selecionado na quinta rodada do draft de 2016, com a 156ª escolha geral, Jonathan Williams disputou 11 jogos na NFL até agora e correu 27 vezes para 94 jardas e um touchdown.

O Buffalo Bills encerra seu programa de offseason com o minicamp obrigatório, que será realizado nesta próxima semana, e depois só retorna às atividades no final de julho, para o training camp.

Comments
To Top