NFL

Johnny Manziel deve comparecer ao tribunal no dia 5 de maio

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

Um juiz de Dallas ordenou que Johnny Manziel compareça ao tribunal no dia 5 de maio e uma taxa de não-comparecimento, espécie de fiança no valor de US$ 1,5 mil, foi determinada. Vale lembrar que o ex-quarterback do Cleveland Browns foi indiciado oficialmente pelo caso de suposta agressão à sua ex-namorada.

Ao jornalista John Barr, da ‘ESPN’ norte-americana, o juiz Roberto Canas disse nesta quarta-feira (27) que ele vai explicar brevemente a Manziel as condições do pagamento para o jogador, sendo que as condições do acordo são que ele permaneça longe de Colleen Crowley, sua ex-namorada, e que não seja pego com uma arma de fogo.

O juiz afirmou que aceita que Manziel se apresente na semana que vem, mas Robert Hinton, advogado do quarterback, disse à ‘ESPN’ que seu cliente não vai se apresentar até o dia da audiência ou um dia antes. Ao ser questionado se Johnny Manziel se apresentaria na cadeia, logo atrás do tribunal, ou em outro lugar, o advogado disse: “pode ser em outro lugar”.

Hinton frisou que nem ele nem o promotor do caso desejam que aconteça um “circo midiático”.

Vencedor do Heisman Trophy em 2012, quando ainda defendia a Universidade de Texas A&M, e quarterback dos Browns por dois anos, Manziel foi acusado por Crowley de tê-la agredido tão intensamente na noite do dia 30 de janeiro, durante uma discussão em um hotel em Dallas, que ela perdeu a audição em um dos ouvidos, devido a uma ruptura no tímpano.

Agora, Johnny está enfrentando uma acusação de agressão relacionada à violência familiar e, se for considerado culpado, o quarterback pode pegar até um ano de prisão e ser obrigado a pagar uma multa no valor de US$ 4 mil.

Na última terça (26), mesmo dia em que seu cliente foi indiciado, Robert Hinton falou à ‘Associated Press’ que seu cliente vai se declarar inocente das acusações.

Johnny Manziel foi cortado pelo Cleveland Browns em março, depois de duas temporadas tumultuadas movidas por vários problemas extracampo, entre festas e noites de bebedeira, além de outros casos. Nos últimos meses, ele foi dispensado pelos dois agentes que estavam o representando, entre eles o conceituado Drew Rosenhaus.

Comments
To Top