NFL

John Lynch: segunda escolha pode ser usada em jogador que desequilibra; veja as manchetes da sexta-feira

John Lynch, ex-jogador e general manager do San Francisco 49ers

(Crédito: Twitter/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Após assumir, com o head coach Kyle Shanahan, uma equipe que teve campanha 2-14, o general manager John Lynch se mostrou feliz por ter a segunda escolha geral do draft e planeja conseguir um jogador que possa “mudar o jogo” com essa escolha.

“Muitas pessoas disseram que quase sentem pena de mim por ter a segunda escolha”, declarou Lynch. “Eu acho que a grande coisa é: Kyle e eu não fazíamos parte da temporada 2-14, mas o benefício que temos agora é a segunda escolha e isso é um grande triunfo. Podemos achar um excelente jogador, um jogador que muda o jogo que pode mudar a sorte da nossa equipe . . . há tantas coisas que podemos fazer”.

– Depois de assinar um grande contrato com o wide receiver Antonio Brown, o Pittsburgh Steelers está voltando a sua atenção para o running back Le’Veon Bell. De acordo com a ‘NFL Network’, os dois lados estão em “negociações pesadas” de um acordo de longo prazo, que faria Bell o tailback mais bem pago da liga.

– O Philadelphia Eagles ganhou o cara ou coroa com o Indianapolis Colts na sexta-feira e ficou com a 14ª escolha geral do draft da NFL. Em procedimento similar, o Minnesota Vikings ficou com a 48ª escolha geral contra os Colts.

– Bruce Allen, presidente do Washington Redskins, disse que o general manager Scot McCloughan, que não está no Combine, voltará ao trabalho assim que resolver suas questões familiares, embora o momento ainda esteja incerto.

– Christian McCaffrey, running back de Stanford, pode vir a ser selecionado pelo Denver Broncos no draft e ele está empolgado com essa oportunidade. “Isso seria incrível seria ótimo. Adoraria jogar lá”, disse McCaffrey.

– O Atlanta Falcons irá colocar uma oferta de segunda rodada no valor de US$ 2,81 milhões no agente livre restrito Taylor Gabriel. Com isso, se uma equipe assinar com o wide receiver, a franquia da Geórgia tem a possibilidade de igualar a oferta e ficar com o atleta. Caso contrário, o time que ficar com o jogador precisa pagar uma compensação para os Falcons.

– Nick Mangold foi dispensado pelo New York Jets após 11 temporadas na franquia e descobriu a notícia no pior lugar possível: na Disney. Confira o meme que ele postou:

– Bill O’Brien, head coach do Houston Texans, revelou que o running back Lamar Miller teve alguns problemas na temporada e que ele irá reduzir a carga de trabalho do jogador durante a temporada. “Nós sentimos que temos um grupo bastante diverso de running backs, então penso que, para ter ele no seu melhor em janeiro, provavelmente precisaremos reduzir (sua carga) no começo do ano”.

– Após Tom Brady ter liderado o New England Patriots à conquista do Super Bowl aos 39 anos, o treinador Mike McCarthy acredita que o quarterback Aaron Rodgers, 33 anos, pode fazer o mesmo pelo Green Bay Packers. “Eu não ficaria surpreso com isso”, disse ele.

Comments
To Top