NFL

John Lynch: Reuben Foster será cortado se for provado que ele agrediu uma mulher

Reuben Foster, linebacker do San Francisco 49ers

(Crédito: Twitter/reprodução)

John Lynch, general manager do San Francisco 49ers, informou que será paciente em relação às questões legais envolvendo Reuben Foster. No entanto, ele deixou claro que o linebacker não irá permanecer na equipe se for comprovado que ele agrediu em uma mulher.

“Eu não tenho liberdade para me aprofundar porque este é um processo em andamento e vamos respeitar isso. Tenho alguns pensamentos. Falando por Jed (York) e Kyle (Shanahan) e falando pela família York, como todos sabem e nós indicamos em comunicado, levamos extremamente à sério a gravidade dessas acusações. Nós sentimos que a paciência é a abordagem correta agora. Vamos descobrir as coisas através do processo”.

“Mas quero ser bem claro. Se essas acusações forem verdadeiras, se Reuben agrediu essa mulher, ele não fará parte desta organização”, completou o executivo em entrevista aos repórteres.

Esta foi a primeira vez que John Lynch falou publicamente desde que Foster foi indiciado de violência doméstica no dia 12 de abril depois de ser acusado pelas autoridades de arrastar sua namorada e dar-lhe uma pancada na cabeça, a deixando com um tímpano rompido. Uma audiência está marcada para o dia 30 de abril.

Os Niners informaram dias depois que o linebacker não participaria do programa e offseason enquanto lidava com essa questão legal. Lynch informou nesta segunda-feira que o jogador de 24 anos não participará do minicamp em junho.

John Lynch informou que Reuben Foster está em contato com membros do staff de desenvolvimento de jogadores e está treinando sozinho. Além disso, o general manager afirmou que a equipe tem estado em contato com a liga, o que pode resultar em colocar o linebacker na lista de exceção da liga enquanto o processo acontece.

Comments
To Top