NFL

John Harbaugh afirma que Joe Flacco vai “ter um mercado” na offseason

Joe Flacco, quarterback do Baltimore Ravens

(Crédito: Twitter/reprodução)

Lamar Jackson é o quarterback do presente e do futuro do Baltimore Ravens e isso ficou evidente neste domingo (6). Mesmo diante das dificuldades enfrentadas pelo calouro durante a derrota para o Los Angeles Chargers por 23 a 17, John Harbaugh permaneceu com o camisa 8 em vez de mandar Joe Flacco ao campo.

Antes de uma tentativa de virada impressionante, Jackson somou -2 (isso mesmo, no negativo) jardas de passe nas primeiras dez posses de bola de Baltimore na partida desta tarde, válido pela rodada de wild card dos playoffs da Conferência Americana (AFC).

E, depois de ver a reação não ser concretizada, Harbaugh deu uma declaração óbvia em sua coletiva pós-jogo.

“Lamar é nosso quarterback daqui em diante, não há dúvida em relação a isso”, afirmou o head coach.

O comandante da organização de Maryland também deixou claro que os Ravens pretendem se divorciar de Flacco nesta próxima offseason.

“Joe Flacco vai se dar muito bem nesta liga. Joe ainda pode jogar. Eu acho que vimos isso na primeira metade da temporada. Joe vai ter mercado. Muitos times vão querer Joe porque eles compreendem isso e eu estarei ao lado de Joe onde ele estiver. Ele é especial. Joe Flacco é um grande talento. Ele é uma pessoa melhor ainda. Ele é o melhor quarterback da história dos Ravens, sem dúvida. Isso não é apenas porque sou parcial; é apenas um fato. (…) Ele vai se sair bem”, frisou.

Flacco tem três anos remanescentes em seu atual contrato com os Ravens. O time de Baltimore teria que arcar com um impacto de US$ 16 milhões no teto salarial, mas economizaria US$ 10,5 milhões, caso negociasse o signal caller.

O camisa 5 foi titular em nove jogos dos Ravens na temporada 2018 antes de sofrer uma lesão no quadril e perder seu posto de titular para Jackson. Flacco completou 61,2% de seus passes para 2.465 jardas, 12 touchdowns e seis interceptações nestas partidas.

Os Ravens somaram quatro vitórias e cinco derrotas com Flacco como titular neste ano. Já com Jackson, foram seis vitórias e uma derrota.

Em 11 temporadas no Baltimore Ravens, desde que foi selecionado na primeira rodada do draft de 2008 (18ª escolha geral), Joe Flacco levou o time aos playoffs em sete oportunidades. Nos playoffs de 2012, o QB comandou a equipe em uma vitória de Super Bowl e ele também faturou o prêmio de MVP daquela final.

“Eu provavelmente não sentirei falta dele pessoalmente porque ainda vou manter contato com ele, tenho certeza. Tenho certeza de que sempre seremos amigos”, observou Harbaugh. “Tem sido ótimo. Tem sido um capítulo com Joe. Tem sido um capítulo em nossas vidas também para mim e minha esposa. (…) Como eu disse aos caras aqui, todo final é um começo, então é para onde vamos a partir daqui. Não há finais, apenas começos, então veremos onde isso nos levará”, completou o técnico.

Prestes a completar 34 anos de idade, já que faz aniversário no dia 16 de janeiro, Flacco deve despertar o interesse de times precisando de um quarterback de transição. Times como o Jacksonville Jaguars, o Miami Dolphins e o Washington Redskins podem trazê-lo para que ele conduza seus ataques nos próximos anos.

Quando está longe das lesões, Flacco ainda tem condições de ser titular na NFL e ele pode acrescentar coisas positivas para equipes desesperadas por um líder de ataque.

Em 163 jogos de temporadas regulares na carreira até agora, Joe Flacco acertou 61,7% de seus passes para 38.245 jardas, 212 touchdowns e 136 interceptações. Ele também correu para 811 jardas e 16 TDs.

Comments
To Top