NFL

John Fox: contrato terminando é fator motivacional para Alshon Jeffery

John Fox, treinador dos Bears

(Crédito: Twitter/reprodução)

John Fox, head coach do Chicago Bears, citou o curto contrato de Alshon Jeffery como um motivador para o wide receiver ter se mentido em forma durante sua suspensão de quatro partidas por violar a política de substâncias proibidas que melhoram o desempenho da National Football League.

“Você gostaria de pensar, e eu acho que é verdadeiro no caso de Alshon, você está em um contrato de um ano, você perdeu quatro jogos e você tem três jogos restantes. Eu diria que você está muito pressionado para se manter em forma”, disse Fox.

Jeffery voltou às instalações do time de Illinois nessa segunda-feira (12) pela primeira vez desde que a liga o suspendeu em 13 de novembro.

“É bom tê-lo de volta”, disse Fox. “Então vamos ver como ele está hoje e amanhã e, obviamente, um pouco na quarta-feira”.

“Nossa equipe de condicionamento, tenho certeza que eles vão ter uma boa ideia de como ele está em relação a isso o que eu tenho certeza que será excelente.  E, então, os treinadores terão suas mãos sobre ele na quarta”.

Em uma declaração divulgada no dia em que sua suspensão foi anunciada, Jeffery disse que “tomou um suplemento recomendado para combater uma inflamação, mas, infelizmente, esse suplemento continha um ingrediente que estava na lista de substâncias proibidas da NFL”.

O uma vez Pro Bowler assinou a franchise tag de um ano e US$ 14,6 milhões, contudo perdeu US$ 3,45 milhões por causa da suspensão.

Os Bears não têm compromissos com o wideout, que fará 27 anos em fevereiro. Os dois lados não chegaram em um acordo de longo prazo na última temporada antes que a franchise tag fosse aplicada. Pelos termos do acordo coletivo de trabalho, o time de Chicago pode usar a franchise tag mais uma vez em Jeffery. Caso contrário, a escolha de segunda rodada do draft de 2012 poderá testar o mercado pela primeira vez.

Comments
To Top