NFL

John Elway: Peyton Manning era o único que poderia substituir Tim Tebow

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

Trazido pelo proprietário Pat Bowlen no começo de janeiro de 2011, John Elway chega neste ano à sua sexta temporada como general manager e vice-presidente executivo de operações do Denver Broncos. E, neste domingo (7), o jornal ‘The Denver Post’ publicou uma retrospectiva dos primeiros cinco anos do profissional no cargo.

Na matéria, Elway relembra uma das melhores contratações feitas por ele, senão a melhor: a chegada de Peyton Manning.

O dirigente menciona que a chegada da lenda em 2012 foi uma cartada que ele teve na manga, depois do fim da passagem de Tim Tebow pela organização.

“Porque (Tim) Tebow tinha uma base de fãs com ele, havia provavelmente apenas um cara que nós poderíamos trazer para substitui-lo e que as pessoas iriam entender. E esse foi Peyton Manning”, falou Elway.

É evidente que Elway não está se referindo ao aspecto técnico, já que o agora aposentado Peyton Manning era um quarterback muito mais completo do que Tim Tebow. Mas vale relembrar que, em 2012, a franquia do Colorado vinha de uma temporada com classificação aos playoffs e uma vitória milagrosa na rodada de wild card contra o Pittsburgh Steelers por 29 a 23, jogo em que Tebow lançou para 316 jardas e dois touchdowns, além de ter anotado um touchdown corrido.

Logo depois, os Broncos acabaram sendo atropelados pelo New England Patriots na rodada de divisão, perdendo por 45 a 10, mas Tebow já havia deixado a sua marca. E, para substituir a ‘Tebowmania’, nada melhor do que Manning.

Agora, quatro anos mais tarde, os torcedores com certeza não têm do que reclamar, já que a parceria Peyton Manning-Denver Broncos rendeu mais um Super Bowl para a organização.

Tim Tebow, enquanto isso, está livre no mercado há um bom tempo e se você quiser perguntá-lo se ele ainda sonha em voltar à NFL, a resposta será sempre afirmativa, não importa quanto tempo passar.

Comments
To Top