NFL

Jogadores dos Bills reclamam de bloqueio “sujo” de Jarvis Landry

Jarvis Landry, wide receiver do Cleveland Browns

(Crédito: Twitter/reprodução)

Os jogadores do Buffalo Bills se mostraram insatisfeitos com bloqueio realizado por Jarvis Landry, wide receiver do Cleveland Browns, contra o cornerback calouro Taron Johnson. O lance na partida da sexta-feira não teve nenhuma falta marcada. Apesar disso, Johnson colocou a culpa em si mesmo por não ser agressivo o suficiente na jogada.

“Landry é um bom recebedor, um cara físico, mas algumas dessas jogadas – com Aaron Williams e Tarron – acho que foram sujas. A liga precisa fazer um trabalho melhor marcando faltas nesses tipos de lance. Os defensores recebem penalidades o tempo todo por coisas que provavelmente são menos notórias. Se formos proteger nossos jogadores, precisamos proteger a todos e não apenas os caras do ataque”, declarou o linebacker Lorenzo Alexander. “No final do dia foi um lance sujo e é assim que me sinto”.

Aaron Williams ex-safety do Buffalo Bills, sofreu ferimentos na cabeça e no pescoço em um bloqueio ilegal feito por Jarvis Landry em partida em outurbo de 2016. O então jogador do Miami Dolphins foi penalizado pelo lance e multado em US$ 23.309. Ele pediu desculpas a Williams, que não voltou a jogar e se aposentou em janeiro.

“Isso é ridículo, porque, se um jogador faz isso com um jogador ofensivo, ele é expulso. Não me importo se ele baixou o ombro ou não. Esse é o mesmo tipo de jogada que envolveu Aaron Williams e basicamente arruinou sua carreira. Para mim isso é vesteira. Você não pode fazer isso. Ele não precisa entrar e tentar mater ninguém”, afirmou Micah Hyde sobre o lance.

Johnson afirmou que deveria ter reagido de forma mais rápida; “Eu apenas tinha que ter sido mais agressivo na jogada. Esse é o principal. Ainda é futebol americano no final do dia. Coisas assim acontecem às vezes. Não tenho nenhuma animosidade me relação a ele”, afirmou o cornerback calouro.

Antes de treino neste domingo, Jarvis Landry disse ter orgulho do seu bloqueio. “Me orgulho de ser um recebedor completo e levar a melhor nesses tipos de jogada, fazer esses bloqueios, apenas um bloqueio, ponto, para permitir que Carlos (Hyde) ou Duke (Johnson) possam correr. Isso é importante”.

Comments
To Top