NFL

Não durma no ponto no Draft 2020: jogadores de sexta rodada do Draft que deram certo

Terrell Davis

Para celebrar o Draft da NFL de forma exagerada, já que não temos quase nada para ler, ver, falar ou escrever, vamos fazer uma série de posts que são legais para entrar no clima. É isso mesmo, o Quinto Quarto terá uma Draft Week. Neste post falaremos de jogadores de sexta rodada do Draft que deram certo. Sim, tem um bastante óbvio, mas você ficará surpreso como vários times, até recentemente, acharam uma pepita de ouro maior que o Boça na loja de 1,99.

Então quando o Draft estiver no seu terceiro dia e nós estivermos suando para atualizar a lista de escolhas no nosso listão do Draft, não ignore esse conteúdo! Na terça-feira faremos o post com as escolhas de sétima rodada e depois um post com os coitados que nem foram escolhidos, mas cagar*¨% na cara dos GMs e tiveram uma boa carreira na NFL. Esta lista terá Gardner Minshew III em breve.

Brincadeira.

(não estou brincando)

Matt Birk, C, Minnesota Vikings (1998)

Stefon Diggs quase entrou nesta lista, mas ele saiu na quinta rodada. Mas o Minnesota Vikings está presente com o center Matt Birk, que jogou 14 anos na NFL e foi um Pro Bowler em seis temporadas, entrando duas vezes na seleção All-Pro. Depois de quase chegar no Super Bowl jogando pelos Vikings, ele foi para o Baltimore Ravens e finalmente conseguiu seu anel, aposentando logo depois. Sabe o que é mais fod$#* de tudo isso? Ele fez Harvard e se formou em Economia. Sim, eu também estou me sentindo um lixo neste momento.

Joe Klecko, DL, New York Jets (1977)

O draft de 1977 foi ótimo na sexta rodada e teremos mais um exemplo abaixo. Klecko prova que o New York Jets já teve cérebro, tendo um máquina de sacks com a 144ª escolha. Em 1981 foram 20,5 sacks (líder da liga) e sendo eleito o jogador defensivo do ano. Ele foi 4x ao Pro Bowl e dos cinco números aposentados pela franquia, seu 73 é um deles.

Adalius Thomas, LB, Baltimore Ravens (2000)

O Draft de 2000 ainda teve mais uma escolha ótima na sexta rodada (além da que falaremos abaixo). Adalius Thomas foi um dos grandes nomes da defesa dos Ravens na primeira década do século XXI. Ed Reed e Ray Lewis foram os protagonistas, mas Thomas foi duas vezes para o Pro Bowl, duas vezes All-Pro e tocou o terror junto com seus coleguinhas de Ravens. Ele tem um anel de campeão logo em sua temporada de calouro pelos Ravens, mas com participação limitada.

Wilbert Montgomery, RB, Philadelphia Eagles (1977)

Dá para falar que Montgomery era o melhor running back da história do Philadelphia Eagles até LeSean McCoy. Em seus sete anos na franquia, depois de ser escolhido na posição 154, ele era o líder em tentativas de corrida, jardas corridas, tentativas em uma temporada, jardas corridas em uma temporada, jogos com mais de 100 jardas corridas e TDs em um jogo. Em 1979 ele teve 2012 jardas de scrimmage, incluindo retornos. Mesmo com McCoy superando algumas dessas marcas, Montgomery é inegavelmente uma das melhores escolhas de sexta rodada da história.

Terrell Davis, RB, Denver Broncos (1995)

Quando Terrell Davis foi escolhido pelo Denver Broncos, a franquia tinha levado três pancadas em Super Bowl e John Elway não era visto como um dos jogadores mais decisivos, para ser bem simpático. O time vinha de uma temporada 7-9 com Wade Phillips (sempre ele) como head coach e fez uma refomulação, trazendo Mike Shanahan. O Draft de 1995 tinha tudo para ser um nada para a franquia porque eles não tinham uma escolha até a quarta rodada (!!!). Só que quando Deus ilumina, não tem jeito: na sexta rodada, com a posição 196, eles escolheram Terrell Davis.

Na sua segunda temporada ele foi o offensive player of the year. Na sua terceira temporada ele foi o MVP do Super Bowl. Na sua quarta temporada ele foi offensive player of the year, MVP da NFL e campeão de novo. Será que foi uma escolha acertada? Davis infelizmente teve uma carreira abreviada por lesões, mas o seu auge de 1996 a 1998 foi algo inacreditável e garantiu a ele uma vaguinha no Hall da Fama.

Tom Brady, QB, New England Patriots (2000)

6 Super Bowls, 4 MVPs de Super Bowl, 3 MVPs de temporada regular, 3 First-Team All-Pro, 14 Pro Bowls que ele nem teve que ir porque estava jogando no Super Bowl, uma linda esposa, futuro Hall da Fama, titular desde sua segunda temporada, trauma dos N GMs que tiveram a oportunidade de escolher ele na terceira, quarta, quinta e quase toda a sexta rodada, etc etc etc…

 

 

 

Comments
To Top