NFL

Joey Porter é reintegrado pelos Steelers e vai trabalhar em jogo contra Chiefs

Joey Porter, treinador de linebackers do Pittsburgh Steelers

(Crédito: Twitter/reprodução)

Joey Porter, assistente técnico do Pittsburgh Steelers, retornou ao time um dia depois que as acusações de agressão contra ele, derivadas de uma briga em um bar em Pittsburgh, foram retiradas. Porter, que é treinador de outside linebackers da franquia, passou quatro dias em licença, mas vai participar do jogo contra o Kansas City Chiefs neste domingo (15), válido pela rodada de divisão dos playoffs da Conferência Americana (AFC), como anunciou a equipe.

“Nós analisamos as informações disponíveis sobre o incidente ocorrido na noite de domingo. Também analisamos a comunicação feita pelo gabinete da promotoria dos Distrito do Condado de Allegheny, indicando a intenção de retirar todas as acusações, exceto algumas acusações menores. Como organização, temos grande respeito pelo trabalho que a Polícia de Pittsburgh realiza em nossa comunidade. Também respeitamos o fato de que já processos legas em andamento decorrentes do incidente. Vamos aguardar o desfecho do processo legal e nos comunicarmos mais com a NFL em relação à política de conduta pessoal antes de tomar quaisquer decisões sobre potenciais punições”, falou Art Rooney II, presidente dos Steelers, em nota oficial.

Em um comunicado separado divulgado pelo time, Porter, que foi acusado de agredir um segurança depois de ter a entrada no bar negada e de brigar com um policial, afirmou estar “grato” por retornar aos Steelers.

“Eu lamento ter me envolvido em um incidente que poderia ter sido uma distração para nosso time. Mais importante ainda, lamento que tenha tocado no policial e sinceramente peço desculpas por essa ação. Felizmente, ninguém ficou ferido”, declarou Porter.

Stephen Zappala Jr., promotor do distrito, decidiu retirar as acusações de agressão agravada, resistência à prisão e transgressão depois de ver as imagens da câmera de vigilância, segundo a ‘Associated Press’. As únicas acusações que foram mantidas após os vídeos serem vistos são de embriaguez pública e conduta desordeira, de acordo com Zappala.

As duas citações podem levar a multas de até US$ 500 e 90 dias de prisão.

Mike Tomlin, técnico principal do Pittsburgh Steelers, afirmou na última terça (10) que o “padrão de decoro” para técnicos da NFL deve ser alto, mas garantiu que a prisão de Joey Porter não seria uma distração para a equipe em meio à preparação para um duelo importante de pós-temporada.

Porter, que atuou na NFL por 13 temporadas, sendo oito com a camisa dos Steelers, está em sua segunda temporada ocupando a função de treinador de linebackers da organização da Pensilvânia.

Comments
To Top