NFL

Joey Bosa é eleito o Calouro Defensivo do Ano de 2016

Joey Bosa, defensive end dos Chargers

(Crédito: Twitter/reprodução)

O defensive end Joey Bosa, do San Diego Chargers (atual Los Angeles Chargers), ficou com o prêmio de Calouro Defensivo do Ano da NFL, como foi oficializado no NFL Honors, cerimônia de premiação da National Football League que está sendo realizada na noite deste sábado (4).

“Eu realmente não estabeleço metas como essas, prêmios, para mim frequentemente”, disse ele. “Mas eu definitivamente queria esse. Eu estou feliz por fazer isso”.

Em 12 jogos disputados neste último campeonato, sendo 11 como titular, o camisa 99 fez 10,5 sacks e forçou um fumble. Depois de perder as quatro primeiras semanas da temporada devido a uma lesão no músculo posterior da coxa, Bosa teve um início dominante de carreira na NFL.

Bosa fez a maior quantidade de sacks para um calouro desde os 14 feitos por Aldon Smith em 2011.

Os números de Joey Bosa não se limitaram aos sacks. O pass rusher somou impressionantes 59 pressões nos quarterbacks adversários, de acordo com dados do ‘Pro Football Focus’. O defensor de 21 anos de idade fechou o campeonato com 41 tackles combinados, 19 tackles para perda de jardas e 15 pancadas nos QBs.

Em 2016, Bosa se tornou apenas o quinto calouro na história da NFL a fazer dois sacks em seu primeiro jogo na liga e, para deixar as coisas ainda mais significativas, esses dois sacks vieram contra a forte linha ofensiva do Oakland Raiders.

Joey Bosa também se tornou o primeiro calouro dos Chargers desde Shawne Merriman, em 2005, a somar 10 ou mais sacks em uma temporada. Ainda de acordo com o ‘NFL Research’, Bosa foi o segundo, atrás apenas de Aaron Donald, do Los Angeles Rams, em pancadas no QB por jogo disputado em 2016.

Depois de muitas dificuldades na negociação de seu contrato de calouro antes da temporada 2016, Bosa mostrou toda sua habilidade no pass rush e capacidade atlética, sendo um jogador com muita velocidade, agilidade e grande talento para pressionar quarterbacks adversários e superar as linhas ofensivas do oponente.

Comments
To Top