NFL

Joe Thomas sofre ruptura no tríceps e vai ficar fora do restante da temporada

Joe Thomas, offensive tackle do Cleveland Browns

(Crédito: Twitter/reprodução)

O left tackle Joe Thomas, do Cleveland Browns, passou por uma ressonância magnética nesta segunda-feira (23) e uma ruptura no tríceps do braço esquerdo do jogador foi confirmada. O anúncio foi feito pelo time de maneira oficial e, com a lesão, o jogador de linha ofensiva ficará fora do restante da temporada 2017 da NFL.

Thomas utilizou seu Twitter para confirmar o diagnóstico.

“Ressonância magnética revela ruptura no tendão do tríceps. Cirurgia em breve. Dura parada”, escreveu na rede social.

O Cleveland Browns oficialmente colocou o camisa 73 na injured reserve nesta segunda.

Em uma teleconferência, ele disse que provavelmente vai passar por cirurgia nesta terça e que uma recuperação completa deve levar de seis a nove meses.

Questionado sobre seu futuro na National Football League, ele foi evasivo.

“Eu vou parar de jogar? Não sei. Eu acho que essa é uma decisão que é melhor de se falar na offseason”, frisou.

Atualmente com 32 anos de idade, o offensive tackle observou que ainda tem um ano remanescente em seu contrato com a franquia de Ohio.

“Essa decisão sobre continuar a jogar ou me aposentar acho que é algo que sempre deixei para a offseason. Acho que leva algum tempo para se afastar do futebol americano”, pontuou.

Joe Thomas não tinha perdido uma jogada sequer dos Browns desde que foi selecionado na terceira rodada do draft de 2007 da NFL, tendo uma sequência impressionante de 10.363 snaps que o time afirma que é o maior da história da National Football League.

O offensive lineman também é um de apenas cinco jogadores na história da liga a ir ao Pro Bowl em cada uma de suas primeiras 10 temporadas na NFL, se juntando a Mel Renfro, Merlin Olsen, Barry Sanders e Lawrence Taylor.

Thomas lesionou o braço enquanto fazia um bloqueio em uma corrida curta durante o terceiro quarto da derrota dos Browns para o Tennessee Titans por 12 a 9, neste último domingo (22).

“Eu fiz isso um milhão de vezes em que você está apenas bloqueando um cara e você tenta finalizar, dá um último empurrão, um último empurrão, e simplesmente senti algo não natural no braço”, falou Thomas.

O técnico Hue Jackson e alguns companheiros de equipe de Thomas comentaram a lesão nesta segunda, incluindo o quarterback DeShone Kizer, que chamou a situação de “partir o coração”.

O guard Joel Bitonio, que antes da lesão do companheiro tinha se alinhado ao lado de Thomas em todas as jogadas desde que está nos Browns, lamentou a contusão.

“Eu meio que pensei por um segundo que ele era inquebrável, e era como se nada pudesse dar errado com ele. Vê-lo caindo, você meio que percebe que ele é um mortal entre nós”, frisou.

Comments
To Top