NFL

Joe Philbin garante que demissão de Moss não foi apenas pelo tuíte polêmico

Joe Philbin, técnico interino do Green Bay Packers

(Crédito: Twitter/reprodução)

O treinador interino Joe Philbin quer quatro coisas do Green Bay Packers no último mês da temporada e Winston Moss, que foi demitido, não se encaixou nos critérios.

O tuite crítico postado por Moss questionando a liderança da franquia de Wisconsin foi apenas parte do motivo da demissão dele por Philbin. “Pense nisso, o que times campeões têm são ótimas lideranças! Ponto final! Não é a tendência de guru ofensivo, não é a tendência de segurança. Encontre alguém que vá manter #12 e todos neste edifício em um #PadrãoLombardi! Ponto final! #losingsucks!”, escreveu.

“Nunca se trata de uma coisa. De novo, acho que é importante, assim como disse para o time, temos que ser profissionais, responsáveis, respeitosos e pontuais. Essas são as quatro coisas que temos que ter nas próximas quatro semanas. E, se fizermos tudo isso, estaremos em boa forma. Você está falando de um cara que nunca tuitou em sua vida, nem mesmo sabe o que é o Twitter -, de novo, não se trata do tuite ou algo do tipo. Apenas acho que o encaixe não é o que deveria ser no momento”, declarou o interino.

Apesar disso, Moss, que trabalhou na comissão técnica do recém demitido Mike McCarthy desde 2006, ligou a sua demissão com sua publicação. “Os Packers me informaram que estou de saída #ObrigadoTwitter!”, escreveu.

“Não vou comentar o tuite. A decisão foi feita… vamos seguir em frente”, declarou Joe Philbin, que evitou especular se a reação de Moss foi por que ele não se tornou o interino.

“Acho que o importante é que todos estejam na mesma página, que estejamos seguindo em frente na mesma direção. Como vocês sabem, Winston é um excelente treinador de futebol americano. Conheço ele há muito tempo. Respeito ele. Então essa não foi uma decisão fácil”, completou o ex-coordenador ofensivo de McCarthy.

Comments
To Top