NFL

Jim Irsay: “este ano ainda não acabou” para o Indianapolis Colts

Jim Irsay, dono do Indianapolis Colts

(Crédito: Twitter/reprodução)

Um início de temporada com duas vitórias e quatro derrotas, e a última colocação da divisão AFC South neste momento não são suficientes para desanimar Jim Irsay. O proprietário do Indianapolis Colts é daqueles que sempre preferem ver o copo meio cheio.

“Nós poderíamos estar com 6-0 agora se a sorte tivesse ficado do nosso lado”, falou o executivo, em entrevista concedida a Jarrett Bell, do ‘USA Today’, nesta semana.

O problema é que o “e se” não dita as regras no esporte em geral.

No último confronto do time de Indiana, contra o Houston Texans, os Colts chegaram a ter 14 pontos de vantagem até menos de três minutos para o final, mas permitiram uma reação improvável do rival. O resultado? Prorrogação e uma derrota por um field goal no tempo extra. E quando você deixa escapar vitórias que estavam na mão, não adianta reclamar depois.

O início de campanha ruim do Indianapolis Colts vem caindo, sobretudo, nas costas do técnico Chuck Pagano e do general manager Ryan Grigson. Porém, Irsay, que renovou os contratos de ambos na última offseason, segue dando um voto de confiança aos profissionais.

“Quando eu tomei a decisão em janeiro, foi uma decisão de longo prazo. Eu sei que nós estamos sob muita pressão. Mas este ano ainda não acabou”, observou.

Jim Irsay saiu em defesa, especialmente, de Ryan Grigson, que foi o responsável por selecionar Andrew Luck em seu primeiro draft no cargo, mas desde então não utilizou sua capacidade para trazer grandes talentos, sobretudo na defesa.

“A pilha de críticas que caiu sobre Ryan Grigson é tão injusta. Ninguém se dá ao trabalho de ver quais foram os feitos nos primeiros cinco anos”, pontuou.

Sim, Irsay não está errado. Desde 2012, são três classificações aos playoffs, incluindo uma ida até a final da Conferência Americana (AFC). E, neste ano, o ataque vem comparecendo, sendo que o Indianapolis Colts é um de apenas quatro times da NFL a marcar pelo menos 20 pontos em todos os jogos da temporada até agora. A defesa, contudo, é lastimável e cedeu uma média de 29 pontos por partida até agora.

“Nós temos de marcar na faixa dos trinta”, frisou.

Neste domingo (23), os Colts enfrentam Tennessee Titans, fora de casa, e para que o ano não esteja mesmo acabado para o time, vencer o rival de divisão é fundamental.

“You are what your record says you are”, já diria o lendário técnico Bill Parcells.

Esse é o espírito em uma liga tão competitiva quanto a NFL, queira Irsay ou não.

Comments
To Top