NFL

Jets trocam defensive lineman Leonard Williams com Giants; veja mais transações

Leonard Williams, defensive lineman da NFL

O New York Jets acertou uma troca incomum com o rival New York Giants e mandou o defensive lineman Leonard Williams para o Big Blue.

A transação foi confirmada pelos jornalistas Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, e Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana, nesta segunda-feira (28).

Os Jets vão receber uma escolha de terceira rodada do draft de 2020 e uma de quinta rodada do draft de 2021 pelo defensor. A escolha de quinta rodada de 2021 vai se tornar de quarta rodada caso Williams assine uma extensão de contrato com os Giants antes do início do novo ano da liga em 2021.

O NY Jets vai pagar US$ 4 milhões dos US$ 6 milhões remanescentes no contrato de Williams para este ano.

Para se ter uma ideia de quão rara é uma troca entre os dois rivais nova-iorquinos, foi a primeira negociação de jogador entre as duas franquias desde 1983, segundo o NFL Research. Naquele ano, os Giants trocaram o offensive lineman Chris Foote com os Jets por uma escolha condicional de draft. Os Jets posteriormente dispensaram Foote, anulando a escolha de draft, mas o acordo oficialmente ainda conta.

Williams chega para compor uma defesa dos Giants que carece de mais talentos. Contudo, o defensive lineman, que foi selecionado na primeira rodada do draft de 2015, torna-se um free agent irrestrito em 2020 e isso pode complicar as coisas.

Os Giants então terão que tentar renovar com Williams neste offseason. Caso não consiga, o NY Giants então estaria elegível a receber uma escolha compensatória de draft no ano seguinte.

A chegada de Williams é mais uma tentativa do general manager Dave Gettleman, dos Giants, de reforçara linha defensiva. Desde que ele assumiu o cargo, ele adicionou Williams, Dexter Lawrence (selecionado com a 17ª escolha geral do draft de 2019) e B.J. Hill (selecionado na terceira rodada do draft de 2018).

Ainda assim, os homens do interior da DL dos Giants somaram apenas seis sacks na primeira metade desta temporada.

Williams não é um grande pass rusher, mas ajuda imediatamente no interior da linha defensiva, sobretudo na contenção do jogo terrestre.

Os Jets decidiram se separar de Williams após concluírem que ele não faz parte dos planos da organização no longo prazo.

Apesar de ter apenas 25 anos de idade, Williams está com um contrato pesado. Ele não perdeu um jogo sequer em mais de quatro temporadas como profissional, mas foi considerado uma decepção porque simplesmente não se estabeleceu como pass rusher.

Em sua carreira na NFL, ele soma 17 sacks, mas apenas dois nos últimos 18 jogos.

O prazo final para trocas na NFL se encerra nesta terça-feira (29).

Confira mais transações na NFL nesta segunda (28):

– O Miami Dolphins acertou a troca do running back Kenyan Drake com o Arizona Cardinals por uma escolha condicional do draft de 2020. A franquia da Flórida oficializou o acordo.

O time de Miami vai receber uma escolha de sexta rodada de 2020 que pode se tornar uma escolha de quinta rodada, segundo o jornalista Cameron Wolfe, da ‘ESPN’ norte-americana.

Os Cardinals estão precisando da contribuição imediata de Drake, já que o titular David Johnson (tornozelo) e o reserva Chase Edmonds (músculo posterior da coxa) estão lidando com lesões que devem manter ambos fora do Thursday Night Football contra o San Francisco 49ers.

Melhor corredor dos Dolphins, Drake já não havia viajado com a franquia da Flórida para o Monday Night Football contra o Pittsburgh Steelers, nesta noite, o que já indicava que uma troca estava perto de ser concluída. Vários times entraram em contato com os Dolphins sobre Drake antes do prazo final para trocas se esgotar, nesta terça, segundo Adam Schefter, da ‘ESPN’.

Atualmente com 25 anos de idade, Drake acrescenta muita qualidade para fazer jogadas ao backfield ofensivo de Arizona. A equipe está com campanha de 3-4-1 e espera se manter na briga por uma vaga nos playoffs da Conferência Nacional (NFC).

Já para os Dolphins, atualmente com 0-6, trata-se de continuar a acumular escolhas de draft para dar sequência a uma grande reformulação liderada pelo general manager Chris Grier.

Agora, o Miami Dolphins tem 13 escolhas no draft de 2020, incluindo três de primeira rodada, duas de segunda rodada e duas escolhas compensatórias.

– O Los Angeles Chargers fez uma mudança em sua comissão técnica e anunciou na noite desta segunda-feira a demissão do coordenador ofensivo Ken Whisenhunt.

Anthony Lynn, head coach da franquia californiana, emitiu um comunicado falando sobre a decisão.

“Esta não é uma decisão fácil e definitivamente não é uma que encaro com pouco caso. Você vence como um time, e você perde como um time. Nunca se trata de uma pessoa. No final das contas, contudo, eu simplesmente senti que uma mudança era necessária neste momento. Eu quero agradecer a Ken por seus anos de serviços prestados à organização Chargers e desejo a ele tudo de melhor daqui para a frente”, falou o técnico.

Ainda que o time de L.A. não tenha anunciado um novo coordenador ofensivo, Shane Steichen, treinador de quarterbacks, vai chamar as jogadas ofensivas e Lynn estará diretamente envolvido nesta função, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Essa era a segunda passagem de Whisenhunt pela franquia californiana, depois de ocupar o cargo de coordenador ofensivo por um ano em 2013. Ele retornou à função no começo da temporada 2016, após dois anos como head coach do Tennessee Titans.

Atualmente com campanha 3-5, o Los Angeles Chargers é apenas o 17º da liga em ataque total e o 23º em pontos por jogo (157 pontos no total).

– O Baltimore Ravens fechou uma extensão de contrato de um ano de duração com o wide receiver Willie Snead nesta segunda. O acordo tem valor de US$ 6 milhões, totalmente garantidos, e agora o wideout tem contrato com a franquia de Maryland até a temporada 2020.

A informação foi apurada pelos jornalistas Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, e Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

Atualmente com 27 anos de idade, Snead tem sido um bom alvo para o quarterback Lamar Jackson nesta temporada 2019 e ele se tornaria um free agent irrestrito ao final do campeonato.

Ele está em terceiro nos Ravens com 15 recepções para 223 jardas e dois touchdowns. E Snead também é um bloqueador competente que ajuda no jogo terrestre.

Willie Snead chegou aos Ravens na temporada passada, depois de passar as três primeiras temporadas de sua carreira profissional vestindo a camisa do New Orleans Saints. Lá na Louisiana, ele disputou 41 jogos (19 como titular) e somou 149 recepções para 1.971 jardas e sete touchdowns.

– Com o prazo final para trocas se aproximando, o Washington Redskins parece estar finalmente disposto a trocar o left tackle Trent Williams, que está insatisfeito com sua situação na franquia da capital dos Estados Unidos.

O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, noticiou nesta segunda que os Redskins agora estão abertos à ideia de negociar Williams. Ainda segundo Rapoport, o time de Washington D.C. já iniciou o processo de buscar potenciais interessados, mas ainda não se sabe quão alto será o preço pedido.

Segundo Tom Pelissero, também da ‘NFL Network’, os Redskins estão dizendo aos times que já têm uma proposta de segunda rodada de draft na mesa, mas por enquanto o time está segurando para ver se chega uma proposta que envolva escolha de primeira rodada.

O Cleveland Browns é um dos times que demonstraram interesse no offensive lineman.

Além de Williams, o Washington Redskins também está interessado em trocar o cornerback Josh Norman, como acrescenta Pelissero. Entretanto, a equipe está tendo dificuldades para estabelecer o valor do CB, já que Norman deve faturar US$ 6 milhões nesta temporada e está afastado devido às lesões na coxa e na mão.

Williams fez um boicote durante toda a offseason devido à insatisfação com a maneira como a equipe médica dos Redskins lidou com um crescimento encontrado em sua cabeça mais cedo na offseason, problema que o levou a passar por vários procedimentos médicos adicionais. Além disso, o atleta de 31 anos de idade queria um novo contrato.

Trent Williams vinha deixando claro que não queria mais vestir a camisa dos Redskins, mas o presidente/general manager Bruce Allen vinha afastando rumores de troca até agora. Contudo, com o prazo chegando, parece que a organização mudou de planos.

– O New England Patriots está trazendo de volta o quarterback Cody Kessler, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

– O Cleveland Browns anunciou que trocou o edge rusher Genard Avery com o Philadelphia Eagles por uma escolha não divulgada do draft de 2021.

– O Atlanta Falcons anunciou as dispensas do quarterback Danny Etling e do cornerback D.J. White.

– O Tennessee Titans recontratou o defensive lineman Matt Dickerson e dispensou o defensive back Kareem Orr, que havia sido promovido do elenco de treinamento (practice squad) no dia 26 de outubro.

Comments
To Top