NFL

Jerry Jones questiona decisão de Jason Garrett de chutar punt na prorrogação

Jerry Jones, proprietário do Dallas Cowboys

(Crédito: Twitter/reprodução)

O técnico Jason Garrett tentou justificar sua decisão de chutar o punt em uma situação de quarta descida para uma jarda na linha de 42 do campo do Houston Texans na prorrogação do último Sunday Night Football. Mas ela não fez o proprietário e general manager do Dallas Cowboys mudar de ideia.

Jerry Jones afirmou que seu técnico deveria ter adotado uma postura diferente durante a derrota por 19 a 16 na noite do último domingo.

“Nós estávamos sendo superados. É hora de riscos naquele momento em particular”, declarou Jones aos repórteres após o resultado negativo dos Cowboys, frisando que não estava criticando seu treinador.

Os Texans iniciaram sua campanha seguinte em sua própria linha de 10 jardas, após o punt chutado por Chris Jones, mas caminharam bem no campo e posicionaram o kicker Ka’imi Fairbairn para chutar o field goal de 36 jardas que garantiu a vitória do time de Houston.

A caminhada até a zona de field goal contou com uma bela recepção do wide receiver DeAndre Hopkins que rendeu um avanço de 49 jardas.

Depois da partida, Garrett observou que a quarta descida para uma pareceu ser uma situação de mais de uma jarda, o que o fez repensar a decisão de tentar a conversão.

O running back Ezekiel Elliott, que lidera a NFL em corridas nesta temporada, somou apenas 54 jardas terrestres em 20 carregadas (somente 2,7 jardas por corrida). Ele foi contido pela defesa dos Texans na terceira descida para uma jarda antes da decisão de Garrett de chutar a bola de volta ao oponente.

O camisa 21 falou que esperava a chance de converter a primeira descida, mas não questionou a decisão do head coach.

“Eu realmente não me lembro da posição de campo em que estávamos, mas, obviamente, você gostaria de ter uma chance de ir para a quarta para uma, mas não sei se essa seria a melhor decisão lá”, observou.

Comments
To Top