NFL

Jerick McKinnon é ativado da lista PUP pelo San Francisco 49ers; veja mais movimentações

Jerick McKinnon, running back do San Francisco 49ers

O San Francisco 49ers ativou Jerick McKinnon da lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list) nesta terça-feira (6) e, desta forma, o running back está pronto para voltar às atividades em campo.

Em seu primeiro treinamento após o retorno, o camisa 28 participou de atividades individuais, mas foi mantido fora dos treinos. Ele não está mais com a braçadeira no joelho que o RB vinha usando na offseason, há pouco mais de um mês, e treinou sem ela.

O técnico Kyle Shanahan expressou sua alegria por ter McKinnon de volta aos treinos.

“Ele provavelmente teve um frio na barriga saindo (lá) pela primeira vez. É ótimo vê-lo em pads e colocá-lo no time, já que ele está fora da PUP agora. Continuaremos fazendo isso dia após dia e esperamos que, mais cedo ou mais tarde, nós o levemos para lá em alguns treinos coletivos”, frisou o head coach.

Ainda não se sabe quando isso acontecerá e tudo vai depender do progresso que o running back demonstrar a partir de agora. Shanahan observou que não há prazo para McKinnon voltar aos treinos coletivos, mas o treinador acredita que ele tem chances de participar de algum jogo da pré-temporada. Contudo, não vamos vê-lo em campo no próximo sábado contra os Cowboys.

McKinnon está levando as coisas dia a dia, mas ele crê que poderá ter voltado à toda velocidade em tempo para estar em campo contra o Tampa Bay Buccaneers, na estreia do time na temporada 2019, no dia 8 de setembro.

“Estou confiante. Estou levando um dia de cada vez. A comissão técnica, os treinadores, meu médico, todos eles têm um grande plano estabelecido para mim E, quando meu nome for chamado, eu definitivamente estarei pronto”, falou.

Jerick McKinnon está voltando de uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho direito que ele sofreu no dia 1º de setembro do ano passado. A contusão ocorreu pouco mais de uma semana antes da abertura da temporada e custou toda a temporada 2018 ao running back.

Confira mais notícias de lesões e movimentações na NFL nesta terça (6):

– No Jacksonville Jaguars, o linebacker James Onwualu vai perder toda a temporada 2019 devido a uma lesão no joelho, deixando o time com poucas opções para a posição antes do início da caminhada da equipe na pré-temporada.

O técnico Doug Marrone se referiu à lesão que Onwualu sofreu na última segunda, durante treinos conjuntos contra o Baltimore Ravens, como significativa, mas preferiu não entrar em detalhes.

“É algo que foi uma lesão sem contato para os caras que viram e essas são duras. E ele trabalhou duro, ralou demais, e eu o vi ontem depois, sendo uma situação difícil. Você agradece ao jogador por tudo que ele se doou, mas você meio que sabe como é a estrada pela frente, que é sempre um caminho difícil para qualquer um que tem uma lesão”, afirmou o head coach.

– Menos de uma semana depois de ser dispensado pelo San Francisco 49ers, o tight end Niles Paul oficialmente anunciou sua aposentadoria da National Football League nesta terça-feira.

O jogador de 29 anos de idade foi cortado no dia 2 de agosto, uma semana após ser contratado pela franquia californiana. Paul foi selecionado pelo Washington Redskins no draft de 2011 e lá atuou até 2017. Na temporada 2018, ele defendeu o Jacksonville Jaguars.

“Eu fui rapidamente lembrado de como este esporte pode ser desgastante depois de passar apenas uma semana no camp. (…) Não há dúvida em minha mente de que ainda sou capaz de competir e garantir vaga em um elenco de 53 jogadores em algum lugar, mas não tenho certeza se meu corpo aguenta mais”, escreveu Paul, em uma postagem no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

As they say, ‘All good things come to an end.’ After 8 years in the NFL, I decided that it’s time to hang up the cleats. Even though it didn’t work out, I was humbled and grateful for the opportunity to be brought into my ninth training camp with the San Francisco 49ers. I was quickly reminded how taxing this game can be after only spending a week in camp. Now it’s time to start listening to my body. There is no doubt in my mind that I’m still able to compete and make a 53 man roster somewhere but I’m not sure my body can handle it anymore. This is not what I envisioned my career in the NFL would be. Who would’ve guessed that I’d be playing tight end and even start some games at fullback in the National Football League. All in all, I wouldn’t change a thing. The only thing that really mattered to me was how my peers respected the way I played the game every time I took the field. Having my teammates select me as the 2016 Ed Block Courage Award winner was one of the biggest highlights of my career. I want to thank all of my teammates and the coaches that helped me along the way from Omaha North High School to the University of Nebraska and ultimately to the NFL. Thank you to the Washington Redskins for drafting me and giving a kid from the north side of Omaha, Nebraska the opportunity that he could only dream of. I would also like to thank the Jacksonville Jaguars and San Francisco 49ers. Lastly, I would like to thank my agents Jon Perzley and Brian Mackler with Sportstar for always having my back and putting me first. It’s been a great ride that has allowed me to have an impact in the community and do things that I never thought would be possible. Although my NFL journey has come to an end, life must go on. I am looking forward to what the future has in store for me.

Uma publicação compartilhada por Niles Paul (@nilesp_) em

Em sua carreira de oito anos na liga, Niles Paul fez 78 recepções para 954 jardas e dois touchdowns. Ele sofreu várias lesões ao longo de sua trajetória na NFL e terminou três das últimas quatro temporadas na injured reserve.

– O Atlanta Falcons teve uma boa notícia no treino desta terça, já que o offensive lineman calouro Kaleb McGary assistiu as atividades de seus companheiros, como noticiou Mike Garafolo, da ‘NFL Network’. O jornalista acrescenta que o técnico Dan Quinn afirmou que a presença de McGary foi um bom sinal e que os médicos estavam “satisfeitos” com o progresso do tackle em sua recuperação.

McGary passou por uma ablação cardíaca na última quarta, uma operação minimamente invasiva que pode corrigir problemas de arritmia.

Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, frisou que o procedimento será de “esperar e observar” em termos do retorno de McGary à equipe, já que os Falcons fizeram pesquisas em outros atletas com problemas similares e os retornos variavam.

Os Falcons também anunciaram que chegou a um acordo com o offensive lineman Tommy Dolese que colocou o quarterback Kurt Benkert na injured reserve. O signal caller fez uma boa apresentação no Hall of Fame Game contra o Denver Broncos antes de sofrer uma contusão no dedo do pé.

Dan Quinn também espera que o cornerback Desmond Trufant (distensão nas costas) volte em breve.

– O defensive end Jabaal Sheard, do Indianapolis Colts, está com seu status para o início da temporada regular em xeque depois que ele, recentemente, passou por uma cirurgia no joelho.

Sheard não treina desde o primeiro dia do training camp, no dia 25 de julho. Ele soma 102 tackles e 11 sacks nos 32 jogos que disputou em suas duas temporadas com os Colts, todos como titular.

– No New York Jets, o wide receiver Quincy Enunwa saiu do treino desta terça com uma aparente lesão na virilha. Após o treinamento, o técnico Adam Gase disse que o recebedor passaria por exames, mas que o wideout queria voltar a treinar, o que sugere que a contusão não é grave.

Já o defensive tackle Leonard Williams passou por uma ressonância magnética em seu quadril, de acordo com Gase, e o time está o mantendo fora dos treinos por precaução.

– O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, trouxe uma atuação sobre a condição do defensive end calouro L.J. Collier, do Seattle Seahawks. Segundo ele, a entorse no tornozelo é “incomum” porque é no topo do pé. Tal problema raramente acontece, mas ocorreu, e Collier tem uma chance legítima de estar pronto para a semana 1 da temporada 2019.

– No Philadelphia Eagles, o defensive end veterano Kasim Edebali assinou contrato, enquanto o time anunciou que o defensive end Joe Ostman (joelho) foi colocado na injured reserve. A franquia também anunciou a chegada do cornerback Ajene Harris e a dispensa do lesionado offensive tackle Casey Tucker.

– No Buffalo Bills, o cornerback E.J. Gaines perderá “algumas semanas” devido a uma lesão na virilha, segundo o técnico Sean McDermott. Gaines, que sofreu a contusão durante o treino do último domingo e saiu do campo, assinou um contrato de um ano com os Bills nesta offseason, iniciando sua segunda passagem pela franquia.

Os Bills também anunciaram que colocaram o offensive lineman LaAdrian Waddle na injured reserve depois que ele rompeu o quadríceps direito durante o treino de domingo. Em decisão correspondente, a organização contratou o tackle Jarron Jones.

– No Oakland Raiders, o wide receiver Antonio Brown (pé) perdeu o treino novamente e disse ao jornalista Michael Gehlken do ‘Las Vegas Review-Journal’ que eles estão “buscando informações” sobre sua lesão.

– No New York Giants, o wide receiver Sterling Shepard (fratura no polegar) deu atualização aos repórteres sobre seu retorno, dizendo que “eu preciso me segurar de tempos em tempos”. O wideout acrescentou que ele fará um novo exame de raios-x em breve e observou: “meu dedo está quebrado, mas minhas pernas não”.

– O Los Angeles Chargers anunciou que ativou o linebacker Jatavis Brown da lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list).

O técnico Anthony Lynn disse à imprensa que o defensive tackle calouro Jerry Tillery (ombro) e o safety Nasir Adderley (músculo posterior da coxa) não vão atuar na estreia na pré-temporada nesta quinta.

– O Los Angeles Rams anunciou a contratação do punter Brock Miller.

– No Houston Texans, o quarterback AJ McCarron saiu do treino com uma lesão em sua mão de lançamento, de acordo com Aaron Wilson, do jornal ‘The Houston Chronicle’. O técnico Bill O’Brien não deu atualização sobre a condição do signal caller.

– O Detroit Lions fechou uma extensão de contrato de dois anos com o guard Joe Dahl, como noticiou Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. A renovação vai até a temporada 2021 e o então reserva pode ganhar espaço de titular neste ano.

– O Green Bay Packers anunciou que trouxe o running back Keith Ford, dispensado pelo Indianapolis Colts, e dispensou o offensive tackle lesionado Jason Spriggs.

– O Dallas Cowboys, que já está lidando com uma lesão com o linebacker Sean Lee, sofreu mais um baque em sua defesa nesta terça. Segundo Jane Slater, da ‘NFL Network’, o defensive end Robert Quinn fraturou sua mão esquerda durante o treino em Oxnard, na Califórnia, e está voltando a Dallas para passar por cirurgia.

A expectativa é a de que o pass rusher de 29 anos de idade ainda esteja pronto para a estreia na temporada regular contra o New York Giants, no dia 8 de setembro, segundo disse Stephen Jones, vice-presidente executivo da organização, ao jornalista Todd Archer, da ‘ESPN’.

A franquia texana também contratou o offensive lineman calouro Lukayus McNeil, que foi recentemente cortado pelo Oakland Raiders.

– No Tampa Bay Buccaneers, o defensive tackle Vita Vea saiu do treino mais cedo nesta terça com uma aparente lesão na perna, segundo o ‘Tampa Bay Times’. O técnico Bruce Arians não deu uma atualização imediata sobre o estado do defensor após o treino.

“Eu não o vi desde então, então não sei. Vamos checá-lo e vamos ver qual será o relatório amanhã. (…) Eu apenas o vi andando para dentro e ele pareceu bem”, afirmou o head coach.

Comments
To Top