NFL

Jeff Fisher se defende de acusações de Rodney Harrison

Crédito: wikicommuns/reprodução

Crédito: wikicommuns/reprodução

A cotovelada de Lamarcus Joyner em Teddy Bridgewater no jogo do domingo, que terminou em vitória do Minnesota Vikings por 21 a 18 sobre o St. Louis Rams, continua dando o que falar.

Durante o Sunday Night Football, Rodney Harrison, analista da NBC, fez um dos comentários que mais chamara a atenção.

“Isso é um golpe sujo”, disse Harrison. “Isso é um golpe sujo. É um tiro barato no capacete… eu não fiquei surpreso, porque isso aconteceu comigo em 2006. Bobby Wade veio e cortou o meu joelho. Eu estou deitado no chão e olho Jeff Fisher e ele está sorrindo e rindo. Então, isso é típico do tipo de time do Jeff Fisher”.

Durante a entrevista, Fisher foi pronto para responder.

“Eu não diria que eu levei as coisas para o pessoal, mas é uma espécie de ataque pessoal a mim”, disse o treinador dos Rams. “Mais uma vez, eu acho que você tem que considerar a fonte. Eu o vi no avião na noite passada. Você está falando de um cara que teve uma boa carreira. Quero dizer, ele jogou por muito tempo, ele era difícil de defender, ele era um jogador defensivo ativo. Mas isso vem de um cara que teve 18 penalidades desnecessárias e severas, sete faltas pessoais, quatro faltas contra o passador, um total de 77 penalidades, foi eleito três vezes o jogador mais sujo da NFL e foi suspenso por um golpe, um golpe capacete com capacete em Jerry Rice em 2002. Este é o lugar de onde esses comentários estão vindo. Eu só vou dizer isso. Desde 2000, tem sido um privilégio e uma honra para mim estar no comitê de competição. E o nosso foco principal é a segurança do jogador. Então, Rodney dizer que eu fiz isso é um absurdo”.

Ele também tinha comentários sobre Mike Zimmer, treinador dos Vikings, que teve problema com o golpe, aludindo ao coordenador defensivo dos Rams e o seu papel no escândalo “Bountygate”.

“Eu acho uma boa lição para ser aprendida a partir disso é controlar suas emoções imediatamente após o jogo e olhar o replay antes de tomar conclusões precipitadas”, falou Fisher. “Claramente, meu aperto de mão com Mike foi curto. Ele não disse uma palavra. Eu fui parabeniza-lo. Eu ia perguntar como seu quarterback foi e felicita-lo pela vitória. Eu entendo isso, mas você tem que controlar suas emoções após o jogo e ver o replay. Novamente, eu não sei com quem eles jogam essa semana. Eu não me importo, mas nós seguimos em frente. Enfrentaremos o Chicago”.

Se ele concorda ou não, com Greg Williams, coordenador defensivo, em sua equipe e o histórico das equipes lideradas por Fisher cometendo penalidades é algo que o treinador terá que lidar e responder.

“Nós vamos jogar rapidamente, vamos jogar fisicamente, vamos jogar de forma furiosa e vamos jogar futebol americano de contato”, disse ele. “O que me incomoda agora são as coisas antes e depois do apito. Eu não tenho que me preocupar com a maneira que nossos jogadores jogam. Eles jogam duro”.

Algumas vezes, jogar rapidamente e fisicamente gera jogadas ilegais como a de Joyner, o que levará algumas perguntas sobre as equipes de Fisher serem sujas, o que levará ele a se defender.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top