NFL

Jeff Fisher manda recado a críticos de esforço do St. Louis Rams: “podem beijar minha bunda”

(Crédito: St. Louis Rams/reprodução)

(Crédito: St. Louis Rams/reprodução)

O St. Louis Rams perdeu a quarta consecutiva neste domingo (29), ao cair diante do Cincinnati Bengals por 31 a 7, e o técnico Jeff Fisher, como era de se esperar, não estava muito contente na entrevista coletiva pós-jogo. Porém, além disso, ele fez questão de mandar uma mensagem bem clara aos críticos.

“Qualquer pessoa que implica que é uma questão de esforço, eles podem beijar minha bunda. Não há problemas de esforço no meu time. O que acontece quando times perdem quatro seguidas é que as pessoas falam que é esforço. Venham aos treinos, assistam esse time jogar e perguntem a qualquer oponente ou técnico adversário. Não é um problema de esforço neste momento”, declarou o comandante dos Rams. “É execução. É 70% do ataque e 30% da defesa. Vou deixar o time (de especialistas) fora disso. Nossos times sempre jogam duramente”, prosseguiu.

Com o revés para os Bengals, St. Louis ficou com campanha de quatro vitórias e sete derrotas, o que deixa o time em situação complicadíssima em termos de classificação.

O treinador dos Rams respondeu apenas algumas perguntas na coletiva e saiu antes de dois jornalistas fazerem questionamentos. Ao ser perguntado se está fazendo um bom trabalho, Fisher assumiu a sua parte da culpa.

“Eu perdi quatro seguidas, então não. Isso não é aceitável, mas vamos continuar trabalhando nisso. Temos que tirar mais produção do nosso ataque”, finalizou o head coach.

O cornerback Lamarcus Joyner também defendeu o esforço dos atletas.

“Nós definitivamente ainda estamos jogando fortemente e treinando duramente. Ainda estamos fortes como uma organização. Algumas vezes na vida, as coisas simplesmente não saem da maneira que você quer. Não quer dizer que o esforço não esteja presente ou que não haja orgulho ou amor”, falou o defensor.

Comments
To Top