NFL

Jeff Fisher: deixei o Los Angeles Rams em “muito boa forma”

Jeff Fisher, ex-técnico do Los Angeles Rams

(Crédito: Twitter/reprodução)

Jeff Fisher, ex-técnico do Los Angeles Rams, afirmou que “não se arrependeu” sobre como as coisas se desenrolaram com o time e até tomou um pouco de crédito pela boa fase que o time vive atualmente, agora sob o comando de Sean McVay. Fisher disse que deixou a equipe “em muito boa forma”

Em uma entrevista longa com a rádio ‘The Midday 180’, em Nashville, Fisher falou sobre sua passagem pelos Rams. A conversa se deu antes do jogo entre Rams e Tennessee Titans, outro time que Fisher já treinou, neste domingo (24).

Fisher foi demitido pelo L.A. Rams após 13 jogos na temporada 2016, que era sua quinta temporada na organização, e os Rams terminaram no ano passado com 4-12 no primeiro ano de volta a Los Angeles. Já agora, com McVay como head coach, os Rams estão com campanha de 10-4 e podem conquistar neste final de semana seu primeiro título de divisão desde 2003.

“Eu sou um grande fã dos jogadores dos Rams. Eles são basicamente – não quero dizer meus jogadores, mas eu tive muito a ver com esse elenco. Deixei-os em muito boa forma. E Sean, como provou neste curto período de tempo, é um excelente jovem técnico. E ele deixou o ataque fluindo, o que eles precisavam”, falou Fisher à rádio, na última sexta-feira (22).

Os Rams não tiveram nenhuma campanha melhor do que sete vitórias, oito derrotas e um empate em cinco temporadas de Fisher como head coach da franquia. Neste período, o ataque jamais esteve acima da 21ª posição na liga em pontos e, na temporada 2016, o ataque ficou em último em todas as principais categorias de estatísticas.

Já nesta temporada 2017, os Rams lideram a NFL em pontos totais, saldo de pontos e estão na décima posição em jardas por jogo.

Fisher, que passou 2017 sem um cargo de técnico na NFL, observou que está “realmente, realmente animado pelos jogadores. Eles fizeram o que queríamos fazer antes de eu sair”.

O ex-head coach dos Rams também deu créditos às contratações para a linha ofensiva, entre elas o left tackle Andrew Whitworth e o center John Sullivan, bem como ao trio de novos recebedores formado por Sammy Watkins, Robert Woods e Cooper Kupp.

Fisher também disse que McVay tem “feito um grande trabalho” com o quarterback Jared Goff, jogador que o ex-técnico dos Rams ajudou a selecionar com a primeira escolha geral do draft de 2016.

Após apresentar muitas dificuldades em 2016, Goff vem tendo uma temporada muito positiva neste ano. Em 14 jogos até agora, o signal caller dos Rams acertou 62,4% de seus passes para 3.503 jardas, 24 touchdowns e sete interceptações.

“Nós sabíamos que isso estava por vir”, frisou Fisher. “(…) É por isso que trocamos com vocês aqui (os Titans) para obtê-lo, porque sabíamos que ele tinha esse tipo de potencial. Sentíamos que ambos os quarterbacks tinham a chance de ser franchise quarterbacks. Estávamos certos. Philly conseguiu o deles (Carson Wentz) e os Rams conseguiram o deles”, pontuou.

Jeff Fisher foi head coach dos Titans de 1995 a 2010, começando quando a franquia ainda se chamava Houston Oilers. Ele levou a organização a seis classificações aos playoffs de 1999 a 2008, incluindo uma derrota no Super Bowl para os Rams.

Apesar do bom currículo, já faz nove anos desde que o técnico de 59 anos teve uma campanha vitoriosa com uma equipe.

Fisher, que perdeu 65 dos 80 jogos em cinco temporadas nos Rams, defendeu seu retrospecto na mesma entrevista à ‘The Midday 180’.

“Minha perspectiva é diferente porque eu passei por isso, e eu sei exatamente o que passei. Eu recebo pancadas de pessoas que (dizem) ‘oh, você acaba de igualar Dan Reeves na maior quantidade de derrotas na história da National Football League’. Bem, eu estou a poucas vitórias de estar no top 10. Então, o que você quer enfatizar, qual seu ponto de partida? Duas franquias, cinco cidades diferentes, seis estádios diferentes. Não é uma coisa fácil de fazer”, observou. “Os Chargers se mudaram de San Diego para o Orange County e começaram 0-4. Mudança é algo imenso. Não estou dando desculpas, mas no ano passado nós mudamos de St. Louis para Oxnard, Oxnard para UC Irvine, UC Irvine para Thousand Oaks. E essa foi a nossa offseason”, finalizou Fisher.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top