NFL

Jed York vê contratação de John Lynch como tentativa de “algo diferente” nos 49ers

John Lynch, ex-jogador e general manager do San Francisco 49ers

John Lynch tem a missão de surpreender e mostrar que é capaz (Crédito: Twitter/reprodução)

Após três temporadas muito ruins, incluindo uma com campanha de duas vitórias e 14 derrotas em 2016, o San Francisco 49ers adotou o modo de reformulação total e isso passa pela contratação de John Lynch.

Depois de anunciar a chegada do ex-safety da NFL e comentarista da ‘Fox’ para ser o novo general manager da organização californiana, Jed York, CEO dos Niners, falou sobre a contratação bastante surpreendente e exaltou o desejo de arriscar.

“Nada é garantido. Mas tantas oportunidades são perdidas na NFL porque as pessoas não querem fazer algo diferente. Nós estamos bem com isso, porque estou confiante com Kyle e John. John (Lynch) assistiu John Elway e como ele construiu um time em Denver. Ainda que seja fácil dizer que ele ainda não construiu uma equipe ainda – e eu entendo isso – e converso com Kyle e ele diz que John é o mais preparado de todo o (pessoal) de TV que ele conhece nas reuniões antes dos jogos. Compreendemos que teremos que viver com dores em crescimento, mas estou disposto a fazer isso porque acredito que o lado positivo de ambos é bem grande”, declarou Jed York, em entrevista ao jornalista Peter King, do ‘The MMQB’.

O Kyle a quem York se referiu é Kyle Shanahan, atual coordenador ofensivo do Atlanta Falcons, que deve ser contratado pelos Niners, após o Super Bowl LI, para ser o novo técnico principal.

O CEO do San Francisco 49ers fez a comparação de Lynch com Elway, atual vice-presidente executivo de operações e general manager do Denver Broncos, mas vale lembrar que John Elway teve uma experiência anterior em uma diretoria como CEO do Colorado Crush, da Arena Football League (AFL). Mesmo que o nível seja bem diferente de trabalhar na NFL, o próprio dirigente dos Broncos admite que o emprego anterior o ajudou no trabalho na franquia do Colorado. Já John Lynch nunca trabalhou em um cargo administrativo.

Lynch recebeu um contrato de seis anos dos Niners e esse também deve ser a duração do acordo com Kyle Shanahan. E a parceria, que pretende ser duradoura, pode ajudar John Lynch a ter mais tranquilidade no cargo.

Outro fator é que, como notou Peter Schrager, do programa Good Morning Football, da ‘NFL Network’, Lynch deve manter um homem mais experiente do departamento pessoal por perto para ajudar no seu início de trabalho como general manager. Tom Gamble, que já está no San Francisco 49ers, e Mark Dominik, que trabalhou com Lynch quando ele era jogador no Tampa Bay Buccaneers, são dois nomes potenciais.

A principal missão de John Lynch neste início de trabalho como general manager do San Francisco 49ers será encontrar um quarterback, já que nem Colin Kaepernick e nem Blaine Gabbert representam o signal caller do futuro do time, e isso será determinante em seu futuro sucesso ou fracasso.

Comments
To Top