NFL

Jason Garrett defende decisão de chutar punt na prorrogação do SNF

Jason Garrett, técnico do Dallas Cowboys

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Dallas Cowboys teve um Sunday Night Football apertado nesta semana 5 e acabou perdendo para o Houston Texans pelo placar de 19 a 16, na prorrogação. Mas o time teve uma chance de tentar vencer e pecou pelo conservadorismo.

Na primeira campanha ofensiva do tempo extra, o time teve uma situação de quarta descida para o goal da linha de 42 jardas do campo dos Texans. E, em vez de arriscar a conversão, o técnico Jason Garrett optou por chutar o punt.

Com a bola em mãos, os Texans marcharam campo abaixo e venceram com um field goal de 36 jardas convertido pelo kicker Ka’imi Fairbairn.

Após a terceira derrota dos Cowboys em cinco jogos na temporada 2018, Garrett defendeu sua decisão de chutar a bola de volta para o rival texano mesmo estando em uma posição favorável do campo.

“Sim, era uma longa (jarda). Vocês sabem, nós tivemos uma terceira para duas e não fizemos muito nisso e simplesmente sentimos que naquele momento do jogo, a maneira como nossa defesa estava jogando, a ideia era deixá-los lá atrás. Chris (Jones) fez um grande trabalho com o punt. Eles receberam a bola na linha de 10 jardas e, se desse certo, você contém eles e ganha o jogo de volta com um field goal”, explicou o head coach.

Se dependesse do quarterback Dak Prescott, os Cowboys teriam arriscado a conversão de quarta descida.

“Sim, quero dizer, eu faria, mas eu não questiono a decisão dos treinadores. A defesa vinha jogando bem a noite toda. Eles nos mantiveram no jogo na maior parte do tempo, do segundo quarto, então no último quarto. Eles nos deram chances durante toda a noite. O técnico tomou a decisão de ir com a defesa, então…”, observou o signal caller.

Em uma situação parecida no segundo quarto (uma quarta descida para uma jarda na linha de 41 do campo dos Texans), Prescott ganhou duas jardas com um QB sneak.

Além de tudo, os Cowboys têm o running back Ezekiel Elliott, líder de jardas corridas na liga até agora na temporada.

Confiando na defesa, a leitura que pode ser feita é que Garrett não confiou muito em seu ataque.

Agora já era, os Cowboys estão 2-3 e essa decisão certamente vai ficar passando na cabeça de Garrett por um bom tempo.

Comments
To Top