NFL

Jacksonville Jaguars troca Calais Campbell com Baltimore Ravens; veja boletim

Calais Campbell, defensive end do Jacksonville Jaguars

O Jacksonville Jaguars acertou uma troca para mandar o defensive end Calais Campbell para o Baltimore Ravens. A franquia da Flórida vai receber uma escolha de quinta rodada no draft de 2020 pelo pass rusher.

A troca foi confirmada pelos jornalistas Ian Rapoport e Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, e Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana. O acordo se tornará oficial a partir da próxima quarta (18), data em que está prevista para começar o novo ano da NFL.

Os Ravens rapidamente se mexeram para fazer um novo contrato para Campbell. E as duas partes estão próximas de finalizar um acordo de dois anos, com valor de US$ 27 milhões, que inclui US$ 20 milhões garantidos, segundo Rapoport.

Campbell sai dos Jaguars como uma das melhores contratações do time na free agency em toda a história da organização. Ele assinou um contrato de US$ 30 milhões garantidos em 2017 e, em 48 jogos, ele somou 31,5 sacks e foi ao Pro Bowl em três oportunidades durante suas três temporadas em Jacksonville.

O camisa 93 ia ‘pesar’ US$ 17,5 milhões no teto salarial dos Jags em 2020 e, com o time tendo apenas US$ 14 milhões de espaço projetado (segundo o ‘OverTheCap.com’) após aplicar a franchise tag em Yannick Ngakoue, era a hora de reduzir a folha salarial.

Os Jaguars fazem isso negociando um dos melhores jogadores da história da franquia, mas concluem o sacrifício pensando no longo prazo.

Por outro lado, os Ravens recebem um pass rusher consistente e que é um exemplo para todos até fora de campo.

Atualmente com 33 anos de idade, Campbell foi selecionado para o primeiro time All-Pro em 2017. O pass rusher também é o atual detentor do prêmio NFL Walter Payton Man of the Year, uma honraria dada ao jogador que mais teve impacto fora de campo, em sua comunidade, ao longo do ano.

Calais Campbell passou os primeiros nove anos de sua carreira no Arizona Cardinals, equipe que o selecionou na segunda rodada do draft de 2008.

Em sua carreira profissional até agora de 12 anos, ele soma 88 sacks, 696 tackles combinados, 14 fumbles forçados, 11 fumbles recuperados, 48 passes desviados e três interceptações.

Os Jaguars, que também acertaram a troca do cornerback A.J. Bouye com o Denver Broncos no começo deste mês, recebendo uma escolha de quarta rodada pelo defensive back, agora têm 11 escolhas no próximo draft.

Em seu Twitter, Campbell soltou um longo comunicado agradecendo aos Jaguars por sua passagem marcante por lá.

Confira mais movimentações importantes na NFL neste domingo (15):

– O Tennessee Titans acertou um novo contrato de quatro anos com o quarterback Ryan Tannehill, que vai render US$ 118 milhões no total ao quarterback, uma média de US$ 29,5 milhões por temporada. A informação foi confirmada por Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

O acordo inclui US$ 62 milhões em dinheiro completamente garantido e US$ 91 milhões em garantias totais.

Tannehill foi nomeado o NFL Comeback Player of the Year em 2019, depois que ele terminou a temporada passada com um passer rating de 117.5, maior marca da liga. Ele lançou para 2.742 jardas, 22 touchdowns e seis interceptações em 12 jogos, com 70,3% de passes completados e uma média de 9,6 jardas por passe certo.

– O New England Patriots acertou um novo contrato de dois anos com o safety Devin McCourty, um dos principais líderes da equipe. O acordo é de dois anos, com valor de US$ 23 milhões, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Ele recebe US$ 17 milhões garantidos e, novamente, terá a chance de jogar com Jason McCourty, seu irmão, na secundária da franquia de Foxborough.

Atualmente com 32 anos de idade, McCourty está nos Patriots desde que foi selecionado na primeira rodada do draft de 2010, com a 27ª escolha geral. Agora, ele tem a chance de encerrar sua carreira por lá.

Na temporada 2019, ele registrou sua quarta temporada consecutiva sendo titular em todos os 16 jogos do time. E o camisa 32 foi o responsável por 58 tackles, sete passes defendidos, dois fumbles forçados e cinco interceptações, esta última sua melhor marca desde 2012.

– O Indianapolis Colts tomou uma decisão importante neste domingo e fechou um novo acordo com o offensive tackle Anthony Castonzo.

Segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, o contrato é de dois anos, com valor total de US$ 33 milhões.

Com uma média de salário anual de US$ 16,5 milhões, o offensive lineman de 31 anos de idade se torna o left tackle mais bem pago da NFL, ainda que seu salário não seja muito longo. Contudo, ele ainda fica atrás do right tackle Lane Johnson, do Philadelphia Eagles, entre os OL mais bem pagos, já que Johnson tem um salário médio de US$ 18 milhões.

Castonzo teve uma nota média de 81.3 em 2019 segundo o Pro Football Focus, ficando empatado como sétimo melhor tackle em toda a NFL. Ele foi mais produtivo no jogo de passe, cedendo apenas cinco pancadas no QB e 34 pressões totais em toda a temporada 2019.

O acordo dos Colts com Castonzo permite que o time mantenha tanto um grande jogador de linha ofensiva como também demonstre toda a sua apreciação pelo atleta, que pensou seriamente em aposentadoria após a temporada 2019.

– O cornerback Bradley Roby chegou a um acordo com o Houston Texans, como noticiou em primeira mão o jornal ‘Houston Chronicle’ neste domingo.

A informação foi confirmada também pela ‘NFL Network’ e pela ‘ESPN’ norte-americana.

Segundo Ian Rapoport, Mike Garafolo e James Palmer, da ‘NFL Network’, o acordo é de três anos de duração, com valor de US$ 36 milhões.

Na offseason passada, Roby assinou um contrato de um ano com a franquia texana. Ele atuou em 10 jogos dos Texans em 2019, perdendo cinco jogos no meio da temporada enquanto se recuperava de uma lesão no músculo posterior da coxa.

Durante a temporada 2019, Roby teve duas interceptações, uma das quais ele retornou para um touchdown de 27 jardas contra o Tampa Bay Buccaneers. Ele também teve um fumble forçado, um sack e oito passes defendidos.

Prestes a completar 28 anos de idade, já que faz aniversário no começo de maio, Roby foi selecionado pelo Denver Broncos na primeira rodada do draft de 2014. Em 89 partidas na carreira, ele soma nove interceptações, 68 passes defendidos, oito fumbles forçados, quatro sacks e 274 tackles.

– O Atlanta Falcons anunciou a renovação por três anos com o defensive tackle Tyeler Davison. Segundo Tom Pelissero e Mike Garafolo, da ‘NFL Network’, o acordo tem valor de US$ 12 milhões, com US$ 4,5 milhões garantidos.

Em seu primeiro ano na franquia da Geórgia, Davison somou 55 tackles (maior marca de sua carreira) e quatro tackles para perda de jardas em 12 jogos como titular.

Comments
To Top