NFL

Jacksonville Jaguars nomeia Gardner Minshew como QB titular; veja mais movimentações

Gardner Minshew, quarterback do Jacksonville Jaguars

E estamos voltando a Gardner Minshew (para celebração da equipe do QQ!). O técnico Doug Marrone, do Jacksonville Jaguars, anunciou nesta segunda-feira (2) que o calouro será o quarterback titular do time no mês final da temporada 2019 da National Football League.

Isso vai mandar Nick Foles, contratado na offseason para ser o franchise QB dos Jags, para o banco de reservas apenas 10 quartos após seu retorno de uma fratura na clavícula.

“Obviamente, foi um acordo difícil. Nick voltando de lesão e nós não sendo capazes de fazer um trabalho bom o suficiente ao redor dele, realmente. Então, sentimos que com a mobilidade e a esquiva de Gardner, isso pode nos dar uma melhor chance de ganhar com a maneira como jogamos agora, porque nem todos nós estamos fazendo um bom trabalho”, frisou o head coach.

Minshew entrou no lugar de Foles para iniciar a segunda metade da derrota por 28 a 11 para o Tampa Bay Buccaneers, neste domingo. Foles teve uma primeira metade de jogo horrenda, cometendo turnovers em cada uma das três primeiras posses de bola dos Jags (uma interceptação e dois fumbles) e, posteriormente, sofrendo três ‘three and outs’ consecutivos.

Foles fechou a partida com sete passes certos de 14 para pífias 93 jardas, não liderando Jacksonville a nenhuma campanha que resultou em pontos. Após a partida, Marrone disse que queria dar uma fagulha ao ataque, porque ele estava “meio que morto”.

Minshew entrou em campo e lançou para 147 jardas e um touchdown nos dois quartos finais. A única interceptação sofrida pelo calouro ocorreu quando o wide receiver Dede Westbrook não agarrou o passe e a bola bateu em suas mãos na end zone. Gardner também sofreu um fumble após um sack no último quarto, quando o duelo já estava perdido.

Marrone disse que contou aos seus quarterbacks nesta segunda que Minshew seria o titular pelo restante da temporada, frisando que Foles recebeu a notícia de maneira positiva.

“É brutal. É difícil. Ele é um competidor. Ele trabalhou duro para voltar e é um grande profissional, então ele fará tudo o que puder para nos ajudar a vencer. Ao mesmo tempo, ele deve estar pronto caso haja uma lesão ou o que quer que seja. Ele será um profissional em relação a isso”, falou o head coach. “Eu penso o melhor em relação a ele. Acho que ele é um quarterback realmente bom. Ele obviamente pode vencer nesta liga, mas precisamos ter alguma ajuda ao redor dele”, observou.

Foles produziu 661 jardas e 33 pontos em três jogos desde seu retorno. Apenas 10 desses pontos saíram na primeira metade dos jogos, incluindo zero pontos e apenas 105 jardas totais contra os Bucs. Isso levou o ex-QB dos Eagles a ser vaiado, especialmente enquanto o time se encaminhava ao vestiário para o intervalo, e Marrone acabou decidindo mandar o jogador para o banco.

Até agora, o contrato de quatro anos, US$ 88 milhões, assinado por Foles em março vem sendo um verdadeiro pesadelo para os Jaguars.

Confira mais transações e notícias de lesões na NFL nesta segunda (2):

– No Minnesota Vikings, o running back Dalvin Cook se lesionou no terceiro quarto da derrota para o Seattle Seahawks, no Monday Night Football. Ele se machucou ao ser derrubado pelo defensive end Rasheem Garry em uma carregada, que resultou em um fumble recuperado pelos Seahawks.

Cook foi levado ao vestiário e não retornou à partida. Os Vikings confirmaram que a lesão foi no ombro direito. O astro finalizou a noite com nove corridas para 29 jardas e um touchdown, além de três recepções para 35 jardas

O jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, apurou que a lesão foi na clavícula, mas não houve nenhuma fratura. A contusão não aparenta ser séria, já que Cook e o técnico Mike Zimmer minimizaram o problema depois da partida.

Ao ser questionado se ele estará disponível para o próximo jogo, Cook respondeu: “eu estarei bem para jogar”.

Também nos Vikings, o tackle Riley Reiff (concussão) não retornou ao jogo.

– Um dia depois de ter seu pior desempenho defensivo na temporada durante a derrota por 34 a 7 para o Los Angeles Rams, o Arizona Cardinals dispensou o cornerback titular Tramaine Brock nesta segunda-feira.

O técnico Kliff Kingsbury disse, contudo, que o corte de Brock “não foi um tipo de situação de jogo”.

“Ele nos deu alguns bons jogos e se machucou e vamos utilizar alguns jogadores mais jovens. Estamos sempre procurando mudar o elenco e melhorar, e é assim que as coisas acontecem”, afirmou o head coach.

Brock foi contratado no dia 2 de abril, sob contrato de um ano. Ele foi titular em sete dos 10 jogos em que esteve ativo nos Cardinals.

Na derrota para os Rams, ele somou oito tackles, incluindo um para perda de jardas. O quarterback Jared Goff, dos Rams, entretanto, passou para 424 jardas na partida.

Os Cardinals também dispensaram o running back Zach Zenner, que ficou entre os inativos nas últimas duas partidas, após fechar com o time no dia 23 de outubro.

– O New England Patriots dispensou o kicker Kai Forbath após apenas uma partida. Ele vestiu a camisa da franquia de Foxborough na derrota para o Houston Texans, no Sunday Night Football.

Forbath acertou um field goal de 23 jardas no primeiro quarto e errou um de dois extra points no revés por 28 a 22.

Forbath é o quarto kicker a vestir a camisa dos Pats nesta temporada e foi contratado depois que Nick Folk precisou passar por uma apendicectomia. Com Kai dispensado, New England está sem um kicker em seu elenco atualmente.

– O Miami Dolphins anunciou uma renovação de três anos com o defensive back Eric Rowe, que agora tem vínculo com a organização até a temporada 2022 da NFL. Segundo Adam Schefter, da ‘ESPN’, o acordo tem valor de US$ 18 milhões, sendo US$ 7 milhões garantidos.

Rowe fez uma transição no começo de outubro da função de cornerback para a posição de safety e os resultados foram ótimos. Jogador versátil, ele tem conseguido atuar em várias funções, tanto no box quanto na cobertura. Ele tem tido grande sucesso ao marcar os tight ends adversários.

Eric Rowe foi selecionado na segunda rodada do draft de 2015 pelo Philadelphia Eagles e passou as últimas três temporadas no New England Patriots trabalhando com Brian Flores. Quando se tornou o head coach dos Dolphins, Flores trouxe o defensive back.

– No Detroit Lions, o tight end calouro T.J. Hockenson foi colocado na injured reserve após sofrer uma lesão no tornozelo no último quarto da derrota para o Chicago Bears, no Dia de Ação de Graças. O jogador foi levado ao vestiário após a contusão e não retornou ao jogo.

O técnico Matt Patricia disse que não sabe ainda se Hockenson precisará passar por cirurgia e, sim, apenas que o jogador selecionado com a oitava escolha geral do draft de 2019 não atuará mais nesta temporada.

Foi a segunda grande lesão que o TE sofreu nesta temporada, já que ele havia sofrido uma concussão no jogo contra o Kansas City Chiefs. Hockenson fecha sua primeira temporada na liga com 32 recepções para 367 jardas e dois touchdowns em 12 jogos.

– No Pittsburgh Steelers, o offensive lineman Maurkice Pouncey foi ativado após cumprir a suspensão de dois jogos e colocado na lista de Isenção/Permissão do Comissário. Para abrir espaço no elenco de 53 jogadores para a volta do center, os Steelers dispensaram Patrick Morris.

– No New York Jets, o safety Jamal Adams está lidando com uma entorse no tornozelo, como disse o técnico Adam Gase aos repórteres. Adams deve passar por uma ressonância magnética e não deve treinar na quarta.

– O Atlanta Falcons anunciou a contratação do offensive lineman John Wetzel e que reativou o punter Matt Bosher. O offensive lineman Chris Lindstrom, que o time selecionou com a 14ª escolha geral do draft de 2019, foi designado para retornar da injured reserve, após ficar afastado desde a estreia na temporada. Ele fraturou seu pé no jogo inicial da equipe neste ano.

– No Indianapolis Colts, o wide receiver Chester Rogers sofreu uma fratura no joelho na derrota de domingo para o Tennessee Titans, segundo o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Também nos Colts, o técnico Frank Reich disse que está otimista em relação às chances de o wide receiver T.Y. Hilton (panturrilha) retornar nesta temporada. Colocar o recebedor na injured reserve ainda não foi cogitado. Reich acrescentou que o wide receiver Parris Campbell (mão) pode voltar nesta semana.

– No Chicago Bears, o técnico Matt Nagy disse aos repórteres que o wide receiver Taylor Gabriel e o tight end Ben Braunecker seguem no protocolo de concussão. Ambos ficaram afastados do jogo contra o Detroit Lions, no Dia de Ação de Graças.

– No Cincinnati Bengals, o técnico Zac Taylor disse que espera que o wide receiver John Ross (clavícula), que está afastado desde a semana 4, esteja ativo para o jogo de domingo contra o Cleveland Browns.

– No San Francisco 49ers, o técnico Kyle Shanahan disse aos repórteres que o cornerback Richard Sherman (entorse no joelho), o defensive tackle D.J. Jones (entorse no tornozelo) e o safety Jaquiski Tartt (fratura na costela) estão sendo avaliados dia a dia. O running back Matt Breida, o defensive end Dee Ford e o offensive tackle Joe Staley podem retornar para o jogo de domingo contra o New Orleans Saints, enquanto que o wide receiver Dante Pettis deve perder mais um jogo. O defensive tackle Jullian Taylor (cotovelo) deve ficar afastado por algumas semanas.

– O Dallas Cowboys fez um teste com kickers no último domingo, mas nada vai mudar. O técnico Jason Garrett disse nesta segunda na rádio ‘105.3 The Fan’ que a franquia texana vai seguir com Brett Maher.

“Aqueles três caras fizeram um bom trabalho para nós, mas Brett será nosso kicker seguindo em frente”, falou o head coach, segundo Jon Machota, do ‘The Athletic’.

Em sua segunda temporada em Dallas, Maher tem tido problemas com precisão. O kicker de 30 anos de idade errou dois field goals durante a derrota para o Buffalo Bills, no Dia de Ação de Graças. Maher é dono de uma perna forte, já tendo acertado um FG de 63 jardas, mas ele perdeu nove field goals de 28 chutados nesta temporada.

Segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, Nick Rose, Tristan Vizcaino e Austin MacGinnis (do Dallas Renegades, time da XFL) foram os três kickers testados pelos Cowboys no domingo.

No departamento médico dos Cowboys, o wide receiver Amari Cooper, que sentiu uma lesão no joelho na semana passada, treinou normalmente nesta segunda. “Está tudo certo. Eu me sinto bem. Estamos avançados na temporada e todo mundo está baleado, mas estou bem o suficiente”, afirmou o wideout.

O defensive lineman Michael Bennett (pé), o right tackle La’el Collins (joelho), o linebacker Sean Lee (peitoral), o guard Zack Martin (cotovelo/tornozelo), o left tackle Tyron Smith (tendão de Aquiles) e o safety Darian Thompson (braço) treinaram de forma limitada. O defensive tackle Antwaun Woods (joelho), o linebacker Leighton Vander Esch (pescoço) e o safety Jeff Heath (ombros) não treinaram. E o wide receiver Randall Cobb (doença) também ficou de fora das atividades, mas deve estar pronto para o Thursday Night Football contra o Chicago Bears.

– O Green Bay Packers dispensou o especialista em retornos Tremon Smith. Ele atuou em seis jogos nesta temporada e teve uma média de 23,3 jardas por retorno de kickoff.

– O Oakland Raiders dispensou o retornador Trevor Davis e adicionou o linebacker Marquel Lee no elenco de 53 jogadores. Davis atuou em nove jogos de Oakland, registrando 32 retornos para 522 jardas totais e 11 toques para 156 jardas e um TD.

– No Los Angeles Rams, o técnico Sean McVay disse aos repórteres que o wide receiver JoJo Natson lesionou o músculo posterior da coxa no domingo e ficará fora por um período entre quatro e seis semanas.

Comments
To Top