NFL

Jaguars dão show em Pittsburgh, derrotam Steelers e vão à final da AFC

Leonard Fournette, running back do Jacksonville Jaguars, anota touchdown contra o Pittsburgh Steelers na rodada de divisão dos playoffs

(Crédito: Instagram/reprodução)

Uma das maiores surpresas da rodada de divisão dos playoffs da NFL foi consumada na tarde deste domingo (14). Jogando fora de casa, no Heinz Field, o Jacksonville Jaguars contou com sua forte defesa e com um sólido jogo terrestre, amassou o Pittsburgh Steelers pela segunda vez na temporada e avançou à final da Conferência Americana (AFC) com uma vitória por 45 a 42.

Agora, os Jags se preparam para enfrentar o New England Patriots, em jogo que será disputado às 18h05 (de Brasília) do próximo domingo (21) e que vale vaga no Super Bowl LII, em Minneapolis.

A talentosíssima defesa dos Jaguars apareceu bem em alguns momentos-chave da partida, somando dois sacks, mas a unidade se mostrou frouxa em determinadas ocasiões, cedendo 42 pontos e 545 jardas.

O ataque terrestre dos Jags um ponto que merece bastante destaque, produzindo 164 jardas, sobretudo por causa do excelente rendimento de Leonard Fournette, que fechou com 25 corridas para 109 jardas e três touchdowns. O quarterback Blake Bortles não comprometeu e saiu do gramado com 14 passes certos de 26 para 214 jardas e um TD, além de cinco corridas para 35 jardas.

Do lado dos Steelers, os destaques foram o quarterback Ben Roethlisberger, que acertou 37 passes de 58 para 469 jardas, cinco touchdowns e uma interceptação, e o wide receiver Antonio Brown, que mesmo jogando longe dos 100% fisicamente fez sete recepções para 132 jardas e dois TDs.

O Jacksonville Jaguars começou a partida de maneira avassaladora e fez um primeiro quarto impecável no Heinz Field.

A franquia da Flórida começou o jogo recebendo a bola e chegou ao touchdown logo na primeira posse de bola. O time comandado por Doug Marrone avançou rapidamente até a linha de uma jarda e se deparou com uma situação de quarta descida para uma jarda na linha de goal. Porém, a equipe arriscou e Leonard Fournette mergulhou até a end zone para abrir o placar em 7 a 0 para os visitantes.

A campanha ofensiva inicial ficou marcada por bons passes de Blake Bortles, surpreendendo a todos, e os forasteiros iniciaram a partida cheios de confiança.

A forte defesa dos Jags forçou um three and out na sequência, mas o ataque de Jacksonville também saiu de campo rapidamente na sequência, após apenas quatro jogadas.

Mas as coisas logo ficaram ainda melhores para os visitantes. Na terceira jogada do drive seguinte dos Steelers, Ben Roethlisberger lançou passe na direção de Vance McDonald, mas foi interceptado por Myles Jack. O roubo de bola do linebacker dos Jaguars posicionou a equipe já na linha de 18 jardas do território adversário.

Com excelente posição de campo, os Jaguars só precisaram de uma jogada para anotarem o segundo touchdown. Fournette encaixou boa corrida de 18 jardas pela direita e entrou na end zone para trazer a vantagem para 14 a 0 após o extra point.

Para completar o primeiro quarto perfeito para os Jags, a equipe ainda conseguiu conter uma quarta para um de Pittsburgh na linha de 21 jardas do campo dos Jaguars, forçando o turnover on downs. Le’Veon Bell tentou correr para ganhar a primeira descida, mas foi engolido pelos defensores do time de fora.

Logo no começo do segundo quarto, a 1min31s do intervalo, T.J. Yeldon entrou na end zone e os Jaguars abriram 21 a 0, quase calando o Heinz Field.

Para sorte da torcida da casa, os Steelers deram a resposta rápida e, com 8min20s restando no quarto, Big Ben acionou Antonio Brown no fundo da end zone e o passe de 23 jardas, recebido com apenas uma mão pelo lendário camisa 84, trouxe a diferença novamente para 14 pontos (21 a 7).

A alegria dos donos da casa durou pouco, já que Roethlisberger sofreu um sack com menos de três minutos restando, o fumble foi forçado e a bola foi recuperada por Telvin Smith, que retornou até a end zone para anotar o quarto TD de Jacksonville e fazer 28 a 7.

Precisando arriscar algo antes do intervalo, Pittsburgh foi para cima e, com 25 segundos faltando, em uma situação de quarta para 11, Big Ben lançou passe de 36 jardas para Martavis Bryant e reduziu o prejuízo antes da ida ao vestiário. O placar ficou em 28 a 14 no intervalo.

Os Steelers voltaram com tudo do vestiário e, logo em seu primeiro drive no terceiro quarto, Big Ben conectou passe de 19 jardas com Le’Veon Bell para deixar o placar em 28 a 21. A defesa de Pittsburgh melhorou bastante, sobretudo na contenção do jogo terrestre, e começou a parar o ataque dos Jags.

No começo do último quarto, os Steelers forçaram os Jags a chutarem o punt mais uma vez e conseguiram bloquear o chute, iniciando assim a campanha já na linha de 48 do campo de ataque.

Os donos da casa, contudo, não souberam aproveitar a chance, se depararam com uma quarta para um quatro jogadas mais tarde, arriscaram e foram novamente parado pela defesa adversária.

Os Jaguars então foram fatais. Primeiro, Bortles conectou um lançamento espetacular de 45 jardas com Keelan Cole, colocando a bola a três jardas da end zone. E, na sequência, Fournette correu essas três jardas para anotar seu terceiro TD na partida a abrir 35 a 21.

Pittsburgh respondeu com um TD a 9min05s do final, em passe longo de Big Ben para Antonio Brown, que mais uma vez fez uma linda recepção e reduziu a desvantagem dos Steelers para uma posse de bola (35 a 28).

Pressionado novamente, o ataque de Jacksonville voltou a campo e foi letal novamente. Com bons passes de Bortles, incluindo um para T.J. Yeldon para um avanço de 40 jardas, o time avançou. E o touchdown saiu em uma conexão de 14 jardas com o ‘desconhecido’ fullback Tommy Bohanon (não leia esse nome na maldade). O placar foi para 42 a 28 e praticamente inviabilizou uma reação dos Steelers.

Os Steelers ainda anotaram um TD em corrida de oito jardas de Bell, a 2min18s do final, trazendo a diferença novamente para uma posse de bola (42 a 35). Os mandantes então arriscaram um onside kick, mas a bola ficou com ao Jaguars, que chutaram um field goal de 45 jardas com Josh Lambo, a 1min50s do final, para ampliar a folga para 45 a 35.

Com um segundo remanescente, Big Ben conectou passe de quatro jardas com JuJu Smith-Schuster, mas o jogo já estava decidido. Vitória surpreendente dos Jaguars por 45 a 42.

Comments
To Top