NFL

Jacksonville Jaguars não faz opção pelo quinto ano de Luke Joeckel; veja manchetes

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Jacksonville Jaguars não faz opção pelo quinto ano de Luke Joeckel: draftado com segunda escolha de 2013 pela franquia, o left tackle não tem sua permanência no time garantida até 2017. Após três anos no time, Luke Joeckel terá que tentar renovar seu contrato com os Jaguars na próxima offseason, se quiser continuar no time. Vale lembrar que, recentemente, a franquia contratou Kelvin Beachum, ex-left tackle do Pittsburgh Steelers.

– Buffalo Bills declina opção pelo quinto ano de EJ Manuel: segundo fontes revelaram à ‘ESPN’ americana, a franquia não pretende, ao menos por enquanto, manter o quarterback na equipe em 2017. Draftado em 2013 pela franquia, como 16ª escolha geral, ele teria um salário de US$ 11.357 milhões na próxima temporada, caso o time tivesse feito a opção pelo quinto ano.

– New York Jets exerce opção pelo quinto ano de Sheldon Richardson e declina a de Dee Milliner: no último dia para os times da NFL exercerem ou não a opção pelo quinto ano de contrato de seus jogadores draftados em 2013, os Jets tomaram decisões distintas para o defensive end e o cornerback. Nesta segunda-feira, o time revelou que não irá exercer a opção por Milliner (que perdeu 27 de seus 48 jogos na franquia por lesão), mas que irá por Sheldon Richardson.

– Pittsburgh Steelers declina opção pelo quinto ano de Jarvis Jones: de acordo com informações reveladas por uma fonte da ‘ESPN’ americana, a franquia decidiu não optar pelo quinto ano de contrato do linebacker, draftado como 17ª escolha geral do draft de 2013. Em 2016, a opção renderia a Jones um salário de US$ 8.4 milhões.

– Minnesota Vikings dá a entender que Cordarrelle Patterson não seguirá na equipe: após três anos na franquia, o wide receiver pode ser dispensado em breve. Após 80 recepções e cinco touchdowns desde 2013, Patterson pode perder sua vaga no time para Laquon Treadwell, draftado na última sexta-feira.

– Sem quinto ano de contrato no Baltimore Ravens, Matt Elam será free agent em 2017: nesta segunda-feira, as franquias da NFL deveriam revelar quais jogadores iriam exercer o quinto ano do contrato e, após ter sido declinado, o safety já tem planos. No ano que vem, Matt Elam irá procurar uma franquia como agente livre.

– Tennessee Titans não irá exercer opção pelo quinto ano do contrato de Chance Warmack: no último dia em que os times deveriam revelar se os jogadores teriam mais dois anos de contrato, os Titans anunciaram que 2016 deve ser o último ano do right guard no time. Caso tivesse exercido a opção pelo quinto ano, ele teria um salário na faixa dos US$ 11 milhões e US$ 12 milhões.

– Adam Gase, técnico do Miami Dolphins, promete inovação para concentração dos novatos: “Fins [apelido dos Dolphins] irão receber camp de novatos não tradicional e sem treinos”, revelou o técnico para o ‘Miami Herald’.

– Myles Jack se sentiu humilhado com posição em que foi escolhido no draft: apesar de ser cotado como uma das escolhas mais altas no draft, o linebacker está se recuperando de problema de joelho, que poderia o obrigar a passar por uma cirurgia, e já imaginava que pudesse cair algumas posições, mas quando aconteceu foi diferente. “Mal posso esperar para contribuir, jogar esse esporte e provar que as pessoas estão erradas”, disse Jack, constrangido por ter sido a 36ª escolha geral.

– General manager do New York Jets mantém porta aberta para Hackenberg estrear em 2016: recém-draftado pela franquia, o quarterback pode jogar como titular logo no começo de sua carreira profissional. Nesta segunda-feira, Mike Maccagnan disse que todas as posições passam por um processo de amadurecimento para jogar na liga e que quarterback é uma das mais difíceis. Christian Hackenberg, entretanto, tem uma chance de conseguir ser titular ainda neste ano.

– Doug Whaley, general manager do Buffalo Bills, acredita no potencial de Cardale Jones: recém-draftado pela franquia, o quarterback pode ser a nova cara da franquia. Em sua primeira temporada, ele será reserva de Tyrod Taylor e terá de competir com EJ Manuel (que teve declinada a opção pelo seu quinto ano de contrato), mas Whaley vê um belo futuro pela frente para o atleta. “Achamos que nossa situação é boa para ele”, disse o general manager.

– Jimmy Landes diz ter ficado chocado em ter conseguido ser draftado: em entrevista ao site ‘MLive.com’, o long snapper revelou que se surpreendeu ao ter sido escolhido pelo Detroit Lions. “Eu estava esperando pela free agency, porque eu sei a frequência com que long snappers são draftados”, comentou o jogador.

– Devin Hester espera conseguir jogar pelo Atlanta Falcons ainda em 2016: jogador que é o melhor retornador da história da NFL, o wide receiver espera voltar com força total pelos Falcons em 2016. Após 10 anos na NFL, sendo os dois últimos em Atlanta, Hester está se recuperando de uma fratura no dedão do pé direito e entende a complexidade de sua situação. “Se meu dedão não estiver pronto, não posso culpá-los por me dispensar, porque sei que é um negócio”, disse o wide receiver.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


To Top