NFL

Isaiah Crowell comparece a funeral após convite de policial de Dallas

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

O running back Isaiah Crowell, do Cleveland Browns, compareceu neste último sábado (16) ao funeral de um dos cinco policiais de Dallas que caíram em uma emboscada e foram mortos por um atirador no dia 7 de julho.

O atleta compareceu ao evento a convite do Sargento Demetrick Pennie, da polícia de Dallas. Pennie também é presidente da Dallas Fallen Officer Foundation (DFOF), uma organização de apoio à polícia, criada para ajudar as famílias de policiais mortos ou feridos.

“Embora ele estivesse inicialmente com medo e cético em relação ao ambiente em que ele estava entrando, ele viajou para Dallas durante a noite e se encontrou comigo por um longo período de tempo em uma tentativa de encontrar alguma resolução”, escreveu Pennie, em uma longa postagem publicada no perfil oficial da Dallas Fallen Officer Foundation.

O convite de Demetrick Pennie teve a intenção de estabelecer um diálogo com Isaiah Crowell, 2 nas redes sociais, em que um homem de capuz aparece atacando um policial. O jogador posteriormente apagou a publicação e pediu desculpas pela mensagem insensível.

Crowell ainda fez uma oferta de doar o seu primeiro pagamento de jogo na temporada 2016 da NFL para a fundação de apoio aos policiais.

“Eu fiz contato com o Sr. Crowell e expressei um desinteresse em seu dinheiro. Ao contrário, eu disse a ele que desejava uma oportunidade para educá-lo sobre a profissão de policial e o significado do serviço de polícia e do sacrifício”, escreveu Pennie.

“Eu, como a maioria dos outros policiais, fiquei revoltado pela postagem; entretanto, para mim a postagem do Sr. Crowell representou algo muito maior do que apenas uma mensagem ofensiva. Ele representou uma desconexão no entendimento que existia entre a polícia e muitos da comunidade negra. Um mal-entendido que eu, pessoalmente, já estive sujeito por parte de minha própria família”, destacou Pennie.

Isaiah Crowell não fez comentários sobre a presença no funeral e ele só deve atender à imprensa no dia 29 de julho, quando começa o training camp do Cleveland Browns.

O atleta expressou remorso por sua atitude na rede social e disse a Pennie que recebeu ameaças de morte após a postagem. De acordo com o sargento, Crowell segurou as lágrimas e ficou com a voz embargada.

A Pennie, o running back do Cleveland Browns afirmou que a visita foi uma experiência de “humildade” e o jogador disse que ela proporcionou um panorama diferente “dos sacrifícios que os policiais fazem todos os dias”.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top