NFL

Hunter Henry assina a franchise tag dos Chargers; veja boletim

Hunter Henry, tight end do Los Angeles Chargers

O tight end Hunter Henry e o Los Angeles Chargers finalmente selaram um acordo. O camisa 86 assinou sua franchise tag nesta segunda-feira (13), segundo informações de Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Isto mantém o TE na franquia californiana para a temporada 2020 da National Football league sob um valor de cerca de US$ 10 milhões.

Em 2019, Henry fez 55 recepções para 652 jardas e cinco touchdowns em 12 jogos como titular dos Chargers. Ele está entrando em seu quinto ano na NFL em 2020.

Henry sofreu muito com lesões nas quatro temporadas em que atua na NFL, tendo perdido 23 jogos no total desde que foi selecionado pelo então San Diego Chargers na segunda rodada do draft de 2016, com a 35ª escolha geral.

O tight end perdeu toda a temporada 2018 devido a uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho.

Agora, ele quer deixar as lesões no passado e mostrar que seu talento será bem aproveitado em nível profissional.

Em sua temporada de calouro, em 2016, Henry já deu mostras de que pode ser um grande TE e fez oito recepções para TD em 15 jogos (10 como titular).

Caso prove que chegou mesmo aos seus melhores dias em 2020, Henry deve faturar uma extensão de contrato gorda na offseason do ano que vem.

Também nesta segunda, o Los Angeles Chargers está contratando o tight end Donald Parham Jr., ex-CFL. Depois de jogar pelo Dallas Renegades no começo do ano, ele fechou um acordo com o time de L.A., em meio a cinco outras propostas da NFL, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Confira mais movimentações importantes na NFL nesta segunda (13):

– A troca de DeAndre Hopkins do Houston Texans com o Arizona Cardinals está muito próxima de ser oficializada. O jornalista James Palmer, da ‘NFL Network’, noticiou que o talentoso wide receiver passou em seu teste físico.

Tanto Hopkins quanto o running back David Johnson (que está sendo recebido pelos Texans como parte da compensação por Hopkins) devem passar em seus testes físicos para que a troca se torne oficial.

Os testes físicos ao redor da NFL estão atrasados devido à atual pandemia do novo coronavírus.

Os Texans trocaram Hopkins e uma escolha de quarta rodada de draft com os Cardinals por Johnson, uma escolha de segunda rodada e uma de quarta rodada de 2021.

Kliff Kingsbury, técnico dos Cardinals, deixou claro na semana passada que não há “nenhuma preocupação” em relação ao acordo. O head coach frisou que ele deve ser fechado antes do draft de 2020, marcado para os dias 23, 24 e 25 de abril.

– O San Francisco 49ers fechou novos contratos com dois de seus cornerbacks veteranos. A franquia californiana anunciou que fechou acordos de um ano de duração com Jason Verrett e Dontae Johnson.

Verrett, ex-selecionado na primeira rodada pelos Chargers que foi ao Pro Bowl em 2015, fechou um contrato de um ano com os Niners no ano passado. Contudo, ele atuou em apenas uma partida antes de ir para a injured reserve com uma lesão no joelho. Atualmente com 28 anos de idade, ele sofreu com lesões em sua carreira e só disputou seis jogos desde 2016.

Já Johnson, selecionado pelos 49ers na quarta rodada do draft de 2014, rodou pela NFL nos últimos dois anos, com passagens por Buffalo Bills, Arizona Cardinals e Los Angeles Chargers, mas voltou aos Niners no ano passado e disputou sete jogos.

– Com Greg Zuerlein tendo fechado com o Dallas Cowboys, o Los Angeles Rams fechou com o kicker Lirim Hajrullahu, que estava na Canadian Football League (CFL), segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’. Os Rams também fecharam com o kicker Austin MacGinnis, que jogou na XFL em 2020. As duas contratações foram anunciadas de maneira oficial.

Hajrullahu, que completa 30 anos de idade na próxima semana, foi duas vezes All-Star na CFL e ganhou a Grey Cup com o Toronto Argonauts em 2017. Ele iniciou sua carreira no Winnipeg Blue Bombers e, mais recentemente, jogou com as camisas do Argonauts e Hamilton Tiger-Cats. Durante sua carreira, ele também fez a função de punter. Hajrullahu acertou 47 de seus 55 field goals em 2019 (85,5% de aproveitamento), acertou 26 de 28 extra points e teve média de 43,1 jardas em 106 punts.

MacGinnis, originário da Universidade de Kentucky, foi perfeito com a camisa do Dallas Renegades e acertou todos os seus 10 field goals na breve temporada 2020 da XFL.

– O Pittsburgh Steelers adicionou mais ex-jogadores da XFL. O time anunciou as contratações do wide receiver Saeed Blacknall, que atuou com a camisa do Los Angeles Wildcats, e do defensive tackle Cavon Walker, que jogou pelo New York Guardians. Ele liderou a XFL com 4,5 sacks.

– O Seattle Seahawks anunciou nesta segunda que renovou com o defensive back e special teamer Neiko Thorpe. Ele foi capitão dos special teams da equipe nos últimos dois anos.

Comments
To Top