NFL

Homem que atirou em Joe McKnight é acusado de assassinato em segundo grau

Joe McKnight, ex-running back do New York Jets

(Crédito: Jets/Divulgação)

O homem que disse que atirou em Joe McKnight, ex-running back do New York Jets, foi acusado de assassinato de segundo grau, anunciou o Ministério Público de Jefferson Parish, Louisiana, nesta quinta-feira.

Se condenado, Ronald Gasser, 55 anos, enfrentará prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional ou suspensão de sentença. Como resultado da acusação, a fiança de Gasser foi aumentada para US$ 750 mil.

De acordo com especialistas legais, um fator chave na decisão do grande júri provavelmente será se Gasser poderia ter sentido que McKnight estava tentando entrar em seu carro durante o incidente em dezembro perto de New Orleans. De acordo com uma testemunha, que falou para o ‘Outside the Lines’, da ‘ESPN’, na semana passada, McKnight não parecia ter agido agressivamente para o acusado atirar três vezes imediatamente.

A testemunha, Andrew Bailey, 26 anos, disse que McKnight estava de pé no pequeno espaço entre o Audi SUV e a janela do passageiro do sedan Infiniti de Gasser, “falando com as mãos” e parecendo em uma “conversa normal”. Bailey disse que o ex-atleta de 28 anos não estava tentando forçar sua entrada no carro de Gasser. “Ele nunca se aproximou do veículo”.

Quando a polícia chegou, Gasser, 54 anos, imediatamente admitiu que ele atirou em McKnight, que estava desarmado, de dentro de seu veículo. A polícia levou o acusado sob custódia e ele foi solto logo em seguida, o que provocou uma reação na comunidade e acusações de tratamento preferencial. Quatro dias depois, Gasser foi condenado à prisão e a polícia alegou que fizeram isso após realizaram 160 entrevistas e interrogar o suspeito por mais de 12 horas.

Em entrevista coletiva após a prisão, o xerife Newell Normand criticou os comentários das mídias sociais, declarando que o incidente não tinha motivação racial e notou que a testemunha que disse que Gasser estava sobre McKnight e atirou nele foi desacreditada pelo relatório médico legista.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top