NFL

Greg Olsen: quero um contrato que reflita minha produtividade; veja as manchetes da quarta-feira

Greg Olsen, tight end do Carolina Panthers

(Crédito: Instagram/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Greg Olsen, tight end do Carolina Panthers, quer uma reestruturação de contrato que “reflita (sua) produtividade” nas últimas três temporadas. Olsen, que tem mais dois anos de contrato, participou compareceu a todas as atividades de offseason.

“Este não é um ambiente negativo. Eu fui para todas as OTAs, para todos os minicamps. Este, de modo algum é um ambiente ruim ou que haja uma situação que dois lados estão brigando. Não tem nada a ver com isso. É estritamente negócios que devem refletir a produtividade”, disse Greg Olsen.

– As acusações de roubo e agressão contra o safety free agent Matt Elam foram retiradas, segundo os registros do condado de Palm Beach. As acusações são relacionadas a sua prisão em 22 de maio após discussão com sua namorada.

– Peyton Manning voltou a ter seu nome ligado com a política e agora sugeriram que ele pode ser presidente dos Estados Unidos. “Peyton Manning será presidente um dia”, disse um general manager a AFC. Apesar disso, ex-quarterback já disse que não tem “nenhum interesse” em entrar no mundo da política.

– O New York Jets está em reformulação e existem rumores que a franquia nova-iorquina pode perder jogos de propósito, o que é conhecido como tanking, para conseguir ter uma das três melhores escolhas para conseguir pegar um quarterback no draft de 2018, mas não é assim que todo mundo pensa.

“Quero dizer, eu não faço tanking. Então isso é tudo opinião fora desta organização. Nós não viemos aqui, passamos pelo training camp, 14 horas por dia, para fazer tank durante uma temporada”, disse o defensive end Sheldon Richardson.

– New Orleans é conhecida por ter grandes pratos de frutos do mar e Adrian Peterson, running back dos Saints, está pagando caro por isso. “Eu estava tentando ficar longe disso porque na primeira vez meu corpo que testaram, eu estava com 7% ou 8% de gordura corporal. Duas semanas depois estavam em 10%. Era como se eu quisesse deixar de comer, mas era muito bom”.

– Dave Gettleman, general manager do Carolina Panthers, está animado com a franquia de Charlotte. “No ano passado estávamos cansados e acho que os caras se deixaram levar. Há uma atitude diferente neste ano. Sinto como se estivesse em 2015 de novo com esse elenco”.

– Vance Joseph, head coach dos Broncos, quer que o wide receiver Demaryius Thomas lidere sua equipe no ataque. “Eu assisti (ele), treinei contra ele, fiz planos de jogo contra ele. Eu disse isso muitas vezes. Na minha opinião, ele não pode ser coberto no um contra um e precisamos aproveitar ao máximo isso. E ele precisa ser um dos líderes mais proeminentes”.

– Após ter 15,5 sacks no ano passado, o linebacker Vic Beasley já está esperando receber mais atenção dos adversários. “Eu vou aceitar a atenção. Eu conheço alguns dos pass rushers como Khalil (Mack) e Von (Miller), eles recebem muita atenção”, disse o atleta dos Falcons. “Eu definitivamente espero que progrida como jogador e me torne um jogador melhor ao longo da minha carreira”.

– Cam Jordan, defensive end do New Orleans Saints, não concorda com o fato de Dak Prescot ter ficado na 14ª colocação da NFL Network Top 100 list e Drew Brees ter ficado em 16º.

“Dak ficando em 14º, ele merece essa honra, você não pode negar isso. Eu digo, eu não sei qual é o tamanho de amostra para esse sistema de ranking, mas todos sabem que Drew Brees é um cara perene no Top 5”.

– Maurkice Pouncey, center do Pittsburgh Steelers, disse que se aposentaria quando o quarterback Ben Roethlisberger pendurasse as chuteiras, contudo ele não quer fazer isso agora. “Eu mandei mensagem para ele e disse: ‘eu já disse para a imprensa que vou me aposentar quando você fizer isso, me dê mais dois anos’”, disse ele.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top