NFL

Greg Olsen é liberado para atividades em campo; veja mais transações

Greg Olsen, tight end do Carolina Panthers

(Crédito: Twitter/reprodução)

O tight end Greg Olsen, do Carolina Panthers, está caminhando bem em sua recuperação de lesão no pé. Segundo reportagens da imprensa dos Estados Unidos, Olsen “se movimentou bem” durante as OTAs (organized team activities) desta quarta-feira (22).

Foi o segundo dia de OTAs da franquia da Carolina do Norte e, aparentemente, o camisa 88 está entrando em campo sem muita ou qualquer limitação.

“Eu fui liberado para tudo por um tempo agora”, disse Olsen aos repórteres, segundo a jornalista Jourdan Rodrigue, do ‘Charlotte Observer’.

Olsen foi para a injured reserve no começo de dezembro, então ele certamente teve um tempo considerável para se recuperar.

A disponibilidade de Olsen será importante para o ataque dos Panthers, visto que o atleta perdeu 16 jogos nas últimas duas temporadas, incluindo sete em 2018, devido aos problemas físicos.

Mas, quando está saudável, Olsen é um dos principais TEs da NFL, tendo conseguido três temporadas consecutivas com mais de 1.000 jardas recebidas entre 2014 e 2016.

Em outra notícia do departamento médico dos Panthers, o time segue sendo cauteloso em relação ao status do quarterback Cam Newton, que passou por cirurgia no ombro em janeiro e não lançou bolas nesta quarta.

No episódio desta semana do podcast RapSheet and Friends, do jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, David Tepper, proprietário dos Panthers, falou um pouco sobre Newton e sobre a condição atual de seu signal caller titular.

“Cam tem trabalhando muito nesta offseason, fazendo diferentes tipos de treinamento do que fez no passado. Eu acho que ele tem uma boa perspectiva sobre as coisas e ele é o nosso quarterback, sem sombra de dúvidas, e ele é o cara. Eu acho que o novo e melhorado Cam será melhor do que já foi. Estou ansioso para isso”, frisou.

Ron Rivera, head coach dos Panthers, falou aos repórteres que não há um cronograma estabelecido na recuperação de Newton, mas o treinador foi na mesma linha de discurso de Tepper, mostrando-se “muito otimista” em relação às chances de o QB estar pronto para o training camp, de acordo com Bill Voth, do site oficial dos Panthers.

Confira mais movimentações/notícias de lesões na NFL nesta quarta (22):

– O Washington Redskins fechou com o linebacker veterano Jon Bostic e colocou o linebacker Reuben Foster oficialmente na injured reserve.

Foster rompeu o ligamento cruzado anterior no treino da última segunda. Ele ainda não passou por cirurgia no joelho e os médicos acreditam que pode ter havido mais danos no local, mas não vão saber até que o procedimento cirúrgico seja realizado.

Bostic foi titular em 14 jogos do Pittsburgh Steelers na temporada passada, mas a equipe da Pensilvânia selecionou Devin Bush na primeira rodada do draft de 2019 e cortaram Bostic no dia seguinte.

Agora, Bostic está em seu quinto time nos últimos cinco anos e em sua sexta equipe na liga, depois de passar suas primeiras três temporadas vestindo a camisa do Chicago Bears, time que o selecionou na segunda rodada do draft de 2013.

– O guard Alex Redmond, do Cincinnati Bengals, foi suspenso por quatro jogos pela NFL por violar a política de substâncias para melhoria de desempenho. A informação foi confirmada pela jornalista Katherine Terrell, da ‘ESPN’ norte-americana.

Redmond, que foi titular em 15 jogos na temporada passada, enfrentou dificuldades em sua primeira temporada como um dos membros fixos da linha ofensiva. Ele foi penalizado 11 vezes, segunda maior marca da equipe atrás do right tackle Bobby Hart.

Uma fonte disse ao jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’, que Redmond atuou em parte da temporada passada com uma ruptura no labrum (ombro) e uma contusão no músculo posterior da coxa, levando à decisão de utilizar uma substância banida pela liga.

– O linebacker Leighton Vander Esch, do Dallas Cowboys, está sendo mantido afastado das OTAs do time devido a uma lesão pélvica.

– O defensive end Steven Means, do Atlanta Falcons, vai perder a temporada 2019 da NFL depois de sofrer uma lesão no tendão de Aquiles sem contato durante as OTAs, na última segunda.

– O Arizona Cardinals fechou um contrato de um ano de duração com o defensive lineman Terrell McClain e dispensou o wide receiver Malachi Dupre.

– O Philadelphia Eagles contratou o offensive tackle Casey Tucker.

Comments
To Top