NFL

GM dos Steelers defende Ben Roethlisberger: “líder inquestionável” do vestiário

Antonio Brown, wide receiver do Pittsburgh Steelers, e o quarterback Ben Roethlisberger

(Crédito: Twitter/reprodução)

Depois de algumas declarações recentes feitas pelo wide receiver Antonio Brown, o general manager Kevin Colbert, do Pittsburgh Steelers, saiu em defesa do quarterback Ben Roethlisberger nesta quarta-feira (20).

O executivo chamou Roethlisberger de “líder inquestionável” do vestiário e frisou que o camisa 7 tem a liberdade de criticar publicamente seus companheiros de equipe se ele achar conveniente.

“Ele é o estadista mais velho e é vencedor de Super Bowl. Se nossos jogadores forem inteligentes, eles vão ouvi-lo porque ele esteve lá (no Super Bowl). Ele conseguiu isso. Ele pode dizer a eles: ‘não, pessoal, o que vocês estão fazendo é ou não é bom o suficiente para conseguir isso’”, pontuou o GM.

Depois de uma derrota para o Denver Broncos, na semana 12 da temporada 2018, Roethlisberger afirmou em seu programa semanal na rádio que Antonio Brown – que atualmente está na lista de jogadores disponíveis para troca – deveria ter percorrido outro tipo de rota na goal line. O signal caller ainda acrescentou que desejava ter lançado a bola para JuJu Smith-Schuster.

Internamente, Brown se sentiu ofendido com isso. E, publicamente, Brown disse via Twitter neste último sábado (16) que Roethlisberger tem uma “mentalidade de proprietário” devido à sua propensão a criticar jogadores e treinadores.

Foi isso que fez Colbert sair em defesa de seu líder de ataque.

Roethlisberger já afirmou no passado que seu papel como capitão do time e veterano com 15 anos de experiência na National Football League lhe dá credibilidade para criticar quando é justificado, mas o próprio QB deixa claro que não vai abusar desse privilégio e que ele mesmo tem autocrítica.

Colbert destaca que Big Ben é o único jogador remanescente no elenco que estava na equipe que conquistou o título do Super Bowl XLIII.

“Eu, sinceramente, acredito que isso pode ser um fardo para ele mais frequentemente do que ele pode gostar de admitir, porque ele tem que… ele tem 52 filhos com ele, honestamente”, apontou o general manager. “Eu quero que eles se aproximem e digam: ‘ei, Ben, o que eu tenho que fazer? Posso fazer isso melhor? O que precisamos fazer para ganhar um Super Bowl?’. Eu acho que, uma vez que você ganha, você tem 53 caras que podem dizer o que foi preciso. Agora, ele é o único, então não tenho nenhum problema com ele. Ele pode me criticar e tudo bem. O que ele faz, eu respeito totalmente porque eu o vejo muitas vezes vencendo jogos para nós e passando por situações”, completou.

O Pittsburgh Steelers está trabalhando em uma extensão de contrato para Roethlisberger, cujo acordo atual termina após a temporada 2019.

Na temporada 2018, Big Ben liderou a NFL com 5.129 jardas passadas. E ele também fez 34 passes para touchdown, maior marca de sua carreira.

Colbert inclusive mencionou o discurso apaixonado no intervalo de uma vitória de virada sobre o Jacksonville Jaguars, nesta última temporada, como um exemplo da liderança do astro.

Comments
To Top