NFL

New York Giants deve utilizar Eli Manning como titular no MNF; veja boletim de lesões

Eli Manning, quarterback do New York Giants

Eli Manning parece estar prestes a voltar ao comando do ataque do New York Giants. Pelo menos por um jogo.

A franquia nova-iorquina está se preparando para utilizar Manning como titular no Monday Night Football contra o Philadelphia Eagles, de acordo com o técnico Pat Shurmur, que disse aos repórteres nesta quarta-feira (4) que é “muito provável” que o veterano estará atrás do center no jogo que fecha a semana 14 da temporada 2019 da NFL.

Confira o nosso podcast com palpites, opiniões e patifarias, inclusive sobre o jogo dos Giants

O quarterback calouro Daniel Jones está utilizando uma bota protetora com uma “moderada entorse na parte superior do tornozelo”, segundo Shurmur, e ele estava se exercitando em uma bicicleta ergométrica durante o treinamento.

Se os Giants tivessem que atuar na quarta, Jones não seria capaz de entrar em campo, de acordo com o head coach.

Jones oficialmente se tornou o QB titular dos Giants na semana 3, em uma vitória por 32 a 21 sobre o Tampa Bay Buccaneers. Desde então, ele completou 228 de seus 370 passes para 2.374 jardas, 18 touchdowns e 11 interceptações. Entretanto, a equipe não vence um jogo desde setembro.

Com as chances de playoffs já acabadas, é normal que os Giants tentem preservar o seu quarterback do futuro (possivelmente, Jones é isso) e entrar com Manning em uma partida quase sem importância em termos de classificação para a organização de Nova York.

No tweet abaixo, as imagens mostram como Jones lesionou o tornozelo durante a derrota para o Green Bay Packers. Apesar disso, o QB não perdeu um snap sequer e terminou o jogo em campo.

Além da lesão de Jones, Shurmur espera que Manning consiga recolocar o time no caminho das vitórias, já que o head coach está vendo seu emprego ficar cada vez mais ameaçado, pois o time não melhorou em sua segunda temporada no comando.

Confira mais notícias de lesões e outras movimentações na NFL nesta quarta (4):

– O quarterback Cam Newton, do Carolina Panthers, planeja passar por cirurgia para corrigir a lesão no pé esquerdo que o mandou para a injured reserve e encerrou sua temporada 2019 precocemente. A informação, que foi noticiada em primeira mão pela jornalista Tiffany Blackmon, da ‘NFL Network’, foi confirmada pelo técnico interino Perry Fewell nesta quarta.

Fewell afirmou que Newton deve passar pelo procedimento na próxima semana.

Newton agravou a contusão Lisfranc, originalmente sofrida no terceiro jogo de pré-temporada, em uma derrota para o Tampa Bay Buccaneers, na semana 2. Ele se consultou com o Dr. Robert Anderson, um especialista em pés, no mês passado, e a decisão na ocasião foi a de não operar.

Contudo, o MVP da temporada 2015 da NFL foi para a IR quatro dias mais tarde.

Com o procedimento cirúrgico sendo realizado em dezembro, Newton poderia estar de volta a tempo de participar dos treinos de offseason, em março, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Também nos Panthers, o tight end Greg Olsen segue no protocolo de concussão e não treinou nesta quarta.

– No Cleveland Browns, o quarterback Baker Mayfield não lança um passe desde o jogo de domingo contra o Pittsburgh Steelers, quando ele sofreu uma contusão em sua mão direita. Contudo, o signal caller disse que planeja treinar nesta quinta e está confiante em relação às chances de jogar contra o Cincinnati Bengals.

“Mamãe não criou um covarde”, falou Mayfield nesta quarta.

Mayfield se lesionou pouco antes do intervalo do jogo, quando sua mão colidiu com a máscara do capacete do pass rusher Bud Dupree, dos Steelers. O QB dos Browns foi aos vestiários para passar por um exame de raios-x, que não apontou fratura, e ele finalizou o jogo usando uma luva.

“Poderia ter sido muito ruim. Bastante sortudo”, frisou Mayfield, que treinou de forma limitada.

Os wide receivers Odell Beckham (virilha) e Jarvis Landry (quadril), o defensive end Olivier Vernon (joelho) e o cornerback Greedy Williams (ombro) também participaram das atividades com limitações.

Também nos Browns, o left tackle Greg Robinson passou pelo protocolo de concussão e retornou aos treinou nesta quarta. O jogador de linha ofensiva ficou fora da derrota dos Browns para os Steelers, depois de se reapresentar ao time na semana passada com sintomas de concussão.

– No Cincinnati Bengals, o wide receiver John Ross está contente por estar se preparando para seu retorno aos gramados, depois que os médicos lhe disseram que sua lesão no peito poderia ter ameaçado a sua vida.

No final da derrota para os Steelers, na semana 4, a junta esternoclavicular no peito de Ross ficou a centímetros de perfurar uma artéria, como disse o WR nesta quarta, um dia depois de retornar ao elenco ativo de 53 jogadores, após passar as últimas oito semanas na injured reserve.

“Eu perguntei a ele: ‘poderia ser fatal?’. E ele disse ‘definitivamente’”, falou Ross, referindo-se ao médico. “Ele disse que estava a alguns centímetros de distância ou algo assim de atingir a artéria. Não quis saber mais além disso. Eu disse: ‘contanto que você cuide de mim, estou bem’”, completou.

Também nos Bengals, a ausência do wide receiver A.J. Green continua. O técnico Zac Taylor disse que não espera que o wideout atue nesta semana contra o Cleveland Browns.

– No Indianapolis Colts, Marlon Mack está caminhando na direção correta para, potencialmente, retornar nesta semana. O running back titular dos Colts treinou de forma limitada nesta quarta.

Mack está afastado desde que sofreu uma fratura na mão na semana 11. O jogo da semana 14 contra o Tampa Bay Buccaneers era a meta de retorno inicial para o jogador de 23 anos e ele está cada vez mais perto de cumpri-la.

Um problema para os Colts nesta semana pode ser o kicker Adam Vinatieri, que treinou de forma limitada e, após o treinamento, passou por uma ressonância magnética no joelho, segundo os jornalistas Ian Rapoport e Tom Pelissero, da ‘NFL Network’. O status do chutador para o jogo de domingo é dúvida e Vinatieri deve ser reunir com os médicos da equipe nesta quinta.

Também no DM dos Colts, o wide receiver T.Y. Hilton (panturrilha) e o defensive back Kenny Moore (tornozelo) não treinaram. O wide receiver Parris Campbell (mão) treinou normalmente. E o safety Malik Hooker (pé) treinou de forma limitada.

Os Colts também trouxeram o kicker Chase McLaughlin, recentemente liberado pelo San Francisco 49ers e que chega para ser um potencial plano de segurança para o caso de Vinatieri não atuar, e dispensaram o tight end Matt Lengel.

– No Chicago Bears, o defensive back Prince Amukamara (músculo posterior da coxa) é dúvida para o Thursday Night Football contra o Dallas Cowboys, depois de não treinar nesta semana. O linebacker Danny Trevathan (cotovelo), o offensive lineman Bobby Massie (tornozelo), o wide receiver Taylor Gabriel (concussão) e o tight end Ben Braunecker (concussão) foram descartados.

– No Pittsburgh Steelers, o wide receiver JuJu Smith-Schuster (joelho) não treinou, enquanto que o running back James Conner (ombro) e o wide receiver Diontae Johnson (doença) treinaram de forma limitada.

– No Minnesota Vikings, o running back Dalvin Cook reiterou que ele planeja jogar neste domingo contra o Detroit Lions. O jogador saiu de campo durante a derrota para o Seattle Seahawks, no Monday Night Football, com o que foi caracterizado inicialmente como uma lesão no ombro. Ele treinou de forma limitada nesta quarta com a contusão no peito, agora segundo o relatório oficial dos Vikings.

– No Atlanta Falcons, o wide receiver Julio Jones treinou de forma limitada, segundo o técnico Dan Quinn. O recebedor ficou fora da derrota para o New Orleans Saints, no Dia de Ação de Graças, devido a uma contusão no ombro.

– No Detroit Lions, o running back Kerryon Johnson voltou aos treinos nesta quarta. Johnson esteve na injured reserve devido a uma lesão no joelho desde a semana 8. Os Lions têm 21 dias para ativar o RB da injured reserve ou desativá-lo pelo restante da temporada. O mais cedo que Johnson pode voltar aos campos é na semana 16 contra o Denver Broncos.

Também nos Lions, o cornerback Jamal Agnew (tornozelo), o defensive lineman Da’Shawn Hand (tornozelo), o punter Sam Martin (abdômen) e o cornerback Rashaan Melvin (costelas) treinaram de forma limitada.

– No Denver Broncos, o pass rusher Von Miller treinou nesta quarta de maneira limitada. Miller ficou fora do jogo de domingo contra o Los Angeles Chargers por causa de uma contusão no joelho. O running back Joyce Freeman (costelas) também treinou de forma limitada.

– No Baltimore Ravens, o tight end Nick Boyle (doença), o cornerback Brandon Carr (não relacionado a uma lesão), o running back Mark Ingram (não relacionado a uma lesão), o cornerback Jimmy Smith (não relacionado a uma lesão) e o safety Earl Thomas (não relacionado a uma lesão) não treinaram nesta quarta. O cornerback Marlon Humphrey (coxa), o linebacker Patrick Onwuasor (tornozelo) e o wide receiver Seth Roberts (joelho) treinaram de forma limitada.

O time de Baltimore anunciou a contratação do center Hroniss Grasu e a dispensa do defensive tackle Zach Sieler.

– No Washington Redskins, o linebacker Ryan Kerrigan está fora do protocolo de concussão, como anunciou o técnico interino Bill Callahan.

– No New York Jets, o safety Jamal Adams (tornozelo), o linebacker Paul Worrilow (quadríceps) e o cornerback Brian Poole (concussão) não treinaram. O wide receiver Demaryius Thomas (músculo posterior da coxa), o defensive lineman Henry Anderson (ombro) e o offensive lineman Kelvin Beachum (tornozelos) treinaram de forma limitada.

– O Miami Dolphins trouxe o wide receiver Mack Hollins, que foi cortado pelo Philadelphia Eagles na quinta.

– No Houston Texans, o linebacker Brennan Scarlett (ombro), o wide receiver Will Fuller (músculo posterior da coxa) e o cornerback Gareon Conley (quadril) treinaram de forma limitada.

Comments
To Top