NFL

General manager dos Bills: aquisição de Corey Coleman foi uma decisão de “baixo risco”

Corey Coleman, wide receiver da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Buffalo Bills realizou troca no último domingo para adquirir Corey Coleman, ex-escolha de primeira rodada do Cleveland Browns. O general manager Brandon Beane confirmou a negociação, que enviará uma escolha de sétima rodada do draft de 2020 para a franquia de Ohio – e ainda acrescentou que o wide receiver deverá passar nos exames médicos antes da troca ser finalizada. O executivo do Buffalo Bills classificou o acordo como uma decisão de “baixo risco”.

O jogador de 24 anos, que foi a 15ª escolha geral do draft de 2016, perdeu 13 partidas nos últimos dois anos. Coleman não vem sendo eficiente em campo e só tem 56 recepções em 131 vezes que foi alvo em 19 partidas. Ele ainda tem 718 jardas e cinco touchdowns recebidos.

Brandon Beane espera que o wideout consiga ter um recomeço no estado de Nova York. “Isso não deu certo em Cleveland. (As coisas não foram) como ele pensou quando foi draftado na primeira rodada. Então é um novo começo para ele entrar aqui e competir. Ele não vai receber nada automaticamente. Ele vai ter que competir”.

Além disso, o general manager notou que Corey Coleman traz uma opção de velocidade, algo que a equipe vinha buscando para o seu ataque. “Definitivamente, sempre buscamos adicionar velocidade nos dois lados do esporte. Você não pode treinar velocidade e sempre buscamos adicionar isso (ao elenco). Então essa foi uma das coisas atraentes dele (quando ele veio do college) e ele ainda tem isso”.

Comments
To Top