NFL

General manager do Buffalo Bills afirma que time desistiu de Antonio Brown

Antonio Brown, wide receiver do Pittsburgh Steelers

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Buffalo Bills e o Pittsburgh Steelers chegaram a conversar sobre uma troca envolvendo o wide receiver Antonio Brown nesta semana, mas o acordo acabou não saindo do papel.

E os próprios Bills se pronunciaram sobre o assunto nesta sexta-feira (8).

“Nós perguntamos sobre Antonio Brown na terça-feira e mantivemos as negociações abertas com os Steelers. Tivemos conversas positivas, mas no final das contas isso não fez sentido para nenhuma das partes. Apesar do grande jogador que Antonio Brown é, nós seguimos em frente e nosso foco está na free agency”, declarou Brandon Beane, general manager dos Bills, em nota oficial.

Os Steelers haviam dito aos times anteriormente que a previsão era a de que Brown fosse trocado até esta sexta, de acordo com o jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana. Até a última sexta, os três times que haviam demonstrado maior interesse no recebedor eram o Oakland Raiders, o Washington Redskins e o Tennessee Titans.

Além disso, alguns times mais entraram no cenário nesta semana, segundo fontes disseram a Schefter, deixando o número total de equipes com as quais os Steelers conversaram recentemente em seis ou sete.

Conforme o mercado se desenrola para Brown, fontes disseram ao jornalista Rob Demovsky, da ‘ESPN’, que o Green Bay Packers não está envolvido em negociações por Brown, mesmo depois de a franquia de Wisconsin ter sido mencionada entre os destinos possíveis para o wideout.

Atualmente com US$ 76 milhões de espaço no salary cap e com uma grande necessidade de grandes jogadores para o ataque, o Buffalo Bills não havia sido mencionado anteriormente entre os times que estavam correndo atrás de Brown. A franquia do estado de Nova York deve melhorar a posição de wide receiver na free agency e no draft, de maneira a dar mais alvos para o jovem quarterback Josh Allen.

Vale lembrar que qualquer troca não pode ser oficializada até a próxima quarta (13), quando começa o ano novo da liga.

É provável que Brown desejará um novo contrato por parte do time que o adquirir via troca. O WR ainda tem três anos remanescentes em seu atual contrato, com salários-base de US$ 12,625 milhões (2019), US$ 11,3 milhões (2020) e US$ 12,5 milhões (2021), mas ele não tem mais dinheiro garantido no acordo. E é isso que o astro está buscando.

Brown está oficialmente na lista de jogadores a serem negociados desde que ele se reuniu com a diretoria dos Steelers no mês passado.

Em uma entrevista à ‘ESPN’ na semana passada, o astro disse que não está “bravo” com o Pittsburgh Steelers, mais reiterou seu desejo de ser trocado.

Comments
To Top