NFL

Quem seria cada uma dessas sete franquias da NFL no Carnaval

Carnaval máscaras

Nós aqui do Quinto Quarto damos muito valor ao jornalismo. Afinal, somos todos jornalistas (infelizmente). Ao mesmo tempo, não dispensamos um bom entretenimento aliado à informação. E é por isso que desejamos fazer esse texto sobre… NFL e Carnaval!

Não, não temos mais limites…

Em um exercício maluco de imaginação pura, resolvemos brincar e imaginar quem seriam sete franquias da National Football League no Carnaval brasileiro.

Selecionamos sete times sob critérios completamente aleatórios e bagunçados (afinal, é Carnaval) e contamos quem seriam esses times. E não é só o Carnaval nos sambódromos da vida. É na maior festa do Brasil em termos gerais.

Então, vamos lá fazer um pouquinho de folia?

Kansas City Chiefs

O Kansas City Chiefs acaba de conquistar o Super Bowl LIV com uma vitória por 31 a 20 sobre o San Francisco 49ers. Então, poucos dias depois de levantar o Troféu Vince Lombardi, a franquia do Missouri quer apenas zoar.

O bonde do ‘Chefão’ sem freio tá fechado com Patrick Mahomes, Tyrann Mathieu (o ‘Texugo do Mel’, um apelido sensacional para o Carnaval) e Travis Kelce, que gosta de uma boa cerveja despejada na garganta. O ‘paizão’ que vai deixar a molecada curtir é Andy Reid, que irá vestido de Leôncio do Pica-Pau nos bloquinhos de rua.

No Carnaval, os Chiefs vão estar igual cobra de laboratório: curtindo no álcool (valeu por essa, Alê Oliveira…)

San Francisco 49ers

Se os foliões dos Chiefs estão em festa, o bloquinho que mais vai receber os Niners de braços abertos é o bloco fúnebre. O clima de luto ainda é grande na Costa Oeste, depois que os Niners jogaram no lixo uma vantagem de 20 a 10 e tomaram 21 a 0 no último quarto do Super Bowl LIV.

O técnico Kyle Shanahan verá bonecos seus sendo malhados igual o Judas e Jimmy Garoppolo irá vestido, segundo os mais capciosos, de pipoqueira da Britânia (#patrocinanóis).

O que os 49ers querem é somar dois números ao nome da franquia e encher a cara de 51ers…

(OK, nem sempre a gente acerta na piada. Mas valeu a tentativa…)

New England Patriots

O New England Patriots nesta offseason está meio confuso no Carnaval. Sempre acostumado a chegar todo, todo nos bloquinhos, o time de Foxborough agora sente que já está ficando velho para isso.

Enquanto ele vê os outros bebendo e se divertindo ao som de Sandra Rosa Madalena e ainda tem vontade de dançar com a voz de Sidney Magal em um bloquinho na Ana Rosa (paulistanos vão entender), a mulher com que os Patriots vivem a sonhar é uma:

Tom Brady.

Calma, ele não é uma mulher. Mas entendam a analogia. Os Pats estão com medo de serem largados pela esposa e de terem que encontrar um novo amor.

Já estão de olho nas pretendentes. Mas sem puxar as meninas pelo braço na rua (aprendam com o Fly)…

New Orleans Saints

De Carnaval o New Orleans Saints entende, já que a festa tradicional em Nova Orleans é o Mardi Gras. Mas, neste ano, a Nação Who Dat está curtindo outra celebração popular…

O Mardisgraça.

Não poderia ser diferente depois da eliminação para o Minnesota Vikings na rodada de wild card dos playoffs da Conferência Nacional (NFC). Na prorrogação. Com aquele gostinho de carro-alegórico pegando fogo em meio a um desfile perfeito até então.

Os Saints, que chegaram todo pomposos na pós-temporada, tiveram seus traseiros chutados em pleno Mercedes-Benz Superdome. O bom é que talvez tenha dado para pegar umas férias antecipadas e ter mais disposição no Carnaval…

Cleveland Browns

Lá vem o Cleveland Browns, entrando na Sapucaí. Em Ohio, o ‘puxador’ do samba-enredo é mudo. A comissão de frente entra por último no sambódromo. E o mestre-sala e a porta-bandeira esqueceram a bandeira.

Os Browns são um desastre. E o patrono da escola que está chegando agora é Kevin Stefanski. A rainha de bateria é Baker Mayfield, que gosta dos holofotes. Mas as penas da fantasia de Mayfield estão mais encharcadas que São Paulo em janeiro.

Coitado de Stefanski, que terá que cuidar da evolução, harmonia e conjunto depois de uma temporada 6-10 em 2019.

O que os torcedores de todos os times da NFL esperam para 2020 em Cleveland é a apuração:

NOOOOOOOTA: ZEEEEEEEEEEEERO. PONTO. SETENTA E CINCOOOOO!

Las Vegas Raiders

O Las Vegas Raiders é a escola de samba que está mudando de galpão. Saiu do bairro tradicional com a torcida xingando e falando que vão começar a torcer para a Vai-Vai.

Mas o que não Vai-Vai é os Raiders nos últimos anos.

Deixando Oakland, agora a franquia vai para a capital mundial do entretenimento. Que, na verdade, deveria ser o nosso Rio de Janeiro.

Rio de Janeiro Raiders. Tá, não combinaria muito. Mas, se tivesse Antonio Brown de volta, aí o show tava garantido na Portela…

Carolina Panthers

No Carnaval, os Panthers atualmente são as ruas no final de bloquinho. Tudo está jogando no chão, bagunçado, banheiros químicos destruídos. Excrementos humanos no chão.

O trio elétrico, única coisa que havia de bom, saiu na forma de linebacker. E as moças/rapazes bonitos também já se foram na forma de tight end.

Agora, o salvador gari que vai limpar e deixar tudo em ordem é Matt Rhule. A arrumação será pesada, mas é preciso deixar as coisas ajeitadas para a vida voltar ao normal.

De Carnaval, os Panthers não entendem muito. Então eles aproveitam enquanto todo mundo está na rua para fazer a faxina no quarto e colocar as séries da Netflix em dia.

Ao menos enquanto Cam Newton (a sogra) está passando uns dias em casa…

Comments
To Top