NFL

Atlanta Falcons não buscará novo contrato com Vic Beasley; veja boletim de transações

Vic Beasley, defensive end do Atlanta Falcons

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Atlanta Falcons anunciou nesta segunda-feira (3) que não iniciará negociações com o defensive end Vic Beasley Jr., o que significa que o ex-líder de sacks da National Football League em uma temporada se tornará um free agent na offseason de 2020.

“Enquanto continuamos a moldar nosso elenco para 2020, gostaríamos de agradecer a Vic por cinco anos de esforços em nome da nossa organização”, falou o general manager Thomas Dimitroff, em comunicado emitido nesta segunda.

Beasley foi a primeira escolha do head coach Dan Quinn no draft de 2015, tendo sido selecionado com a oitava escolha geral. Ele não demonstrou consistência em sua trajetória na liga, mesmo tendo liderado a NFL com 15,5 sacks em 2016, temporada em que os Falcons chegaram ao Super Bowl. O defensive lineman chegou ao Pro Bowl naquele ano, mas então teve apenas cinco sacks nas temporadas 2017 e 2018.

Ainda que Beasley tenha somado oito sacks nesta última temporada, 6,5 deles saíram na segunda metade do campeonato.

A franquia da Geórgia finalizou a temporada 2019 empatada como a quarta pior da NFL em sacks, com 28. Os oito sacks de Beasley o deixaram na liderança do time, seguido por Grady Jarrett (7,5) e pelo veterano Adrian Clayborn (quatro).

Os Falcons exerceram a opção pelo quinto ano do contrato de Beasley em 2019, pelo valor de US$ 12,81 milhões, sob a esperança de que o defensive lineman tivesse um ano de recuperação. Mas o camisa 44 não passou a offseason do ano passado trabalhando com Quinn, como esperado, e sua decisão de treinar longe das instalações do time não pegaram bem dentro da organização.

Atlanta tentou trocar Beasley antes do prazo final para trocas da última temporada, mas não encontrou interessados. Beasley disse à ‘ESPN’ que as conversas sobre troca não serviram como motivação para ele jogar melhor na segunda metade do campeonato.

Vic Beasley encerra sua passagem pelos Falcons com 37,5 sacks, 156 tackles, 11 fumbles forçados e dois touchdowns.

Confira mais movimentações ao redor da NFL nesta segunda (3) pós-Super Bowl LIV:

– O Carolina Panthers oficialmente dispensou Greg Olsen nesta segunda e o tight end agora é um free agent, segundo o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, que consultou o boletim de transações oficial da NFL.

A decisão se dá quatro dias depois de Olsen e os Panthers anunciarem a decisão de mutuamente se separarem antes da temporada 2020.

Atualmente com 34 anos de idade, Olsen tinha um ano remanescente em seu contrato com a franquia da Carolina do Norte, o que teria custado US$ 11,6 milhões em 2020. Agora, contudo, ele está livre para encontrar uma nova equipe na NFL ou até mesmo um trabalho como comentarista de TV.

Em sua carreira, Olsen soma 718 recepções para 8.444 jardas e 59 touchdowns, sendo 524 recepções, 6.463 jardas e 39 TDs com a camisa dos Panthers.

Os Panthers vão seguir adiante com opções como Ian Thomas, Chris Manhertz e Temarrick Hemingway na posição de TE. E a equipe deve buscar mais opções de TEs nesta offseason.

– O offensive guard Joshua Garnett encontrou uma nova casa, menos de 24 horas após ver seu ex-time perder no Super Bowl LIV. Um dia depois da conclusão da temporada 2019 da NFL, o jogador de linha ofensiva fechou com o Detroit Lions.

Ele passou a temporada 2019 fora do futebol americano profissional.

Selecionado pelo San Francisco 49ers com a 28ª escolha geral do draft de 2016, Garnett foi titular em 11 jogos em sua temporada de calouro. Contudo, o guard perdeu toda a temporada 2017 devido a uma lesão no joelho e, em 2018, não caiu nas graças e disputou apenas sete partidas, somando 72 snaps ofensivos em campo.

Garnett foi dispensado em agosto do ano passado e não conseguiu encontrar um novo time durante a temporada 2019.

Em Detroit, ele receberá uma nova chance para provar seu status de jogador selecionado em uma primeira rodada de draft. E ele será uma contratação de segurança para uma linha que tem a chance de perder o right guard Graham Glasgow na free agency deste ano.

Comments
To Top