NFL

Ex-astro da NFL, Darren Sharper pega 18 anos de prisão por estupros

(Crédito: Flickr/reprodução)

(Crédito: Flickr/reprodução)

Darren Sharper, ex-astro da National Football League, foi sentenciado nesta quinta-feira (18) a 18 anos de prisão em um caso no qual foi acusado de drogas e estuprar até 16 mulheres em quatro estados norte-americanos.

A juíza Jane Triche Milazzo condenou o ex-safety dizendo a ele que não conseguia compreender como ele fez o que fez, já que ele tem formação superior e, obviamente, foi criado “em uma das famílias mais amorosas”.

“Nós nunca podemos ignorar os danos que você causou nestas mulheres e na sociedade em geral”, afirmou a juíza.

Sharper, que está preso desde fevereiro de 2014, declarou-se culpado na corte federal em Nova Orleans por drogar três mulheres para que ele pudesse estuprá-las. Ele também se declarou culpado ou não contestou as acusações nas cortes estaduais da Louisiana, do Arizona, da Califórnia e de Nevada, após denúncias de sedar e abusar sexualmente de mulheres.

“Eu gostaria de pedir mil desculpas”, falou Sharper.

Olhando para o chão, ele prosseguiu: “eu ainda estou tentando descobrir por que eu fiz algumas destas escolhas. Eu vivi a minha vida corretamente por 38 anos, então eu escolhi este caminho”.

Com a voz embargada, o ex-jogador disse que seus pais não o criaram para cometer tais atos.

Darren Sharper atuou na NFL por 14 temporadas e passou por Green Bay Packers (1997 a 2004), Minnesota Vikings (2005 a 2008) e New Orleans Saints (2009 e 2010) em sua trajetória profissional. O ex-safety, que foi nomeado All-Pro em seis oportunidades e foi ao Pro Bowl por cinco vezes, disputou dois Super Bowls na carreira e foi campeão com os Saints na temporada 2009.

O defensor encerrou sua carreira em 2011 e estava trabalhando como comentarista da ‘NFL Network’ na época em que as mulheres começaram a falar à polícia de várias cidades que apagaram quando saíram para beber com Sharper e depois acordaram grogues e descobriram que foram sexualmente abusadas.

Billy Gibbens, advogado de defesa, pediu clemência porque o testemunho de Sharper ajudou a obter confissões de culpa “tardias” de dois outros acusados que serão sentenciados em outubro. São eles Brandon Licciardi e Erik Nunez.

De acordo com Gibbens, Sharper será sentenciado no dia 25 de agosto na corte estadual da Louisiana. O advogado acredita que seu cliente será sentenciado no próximo mês em Las Vegas e ele não conseguiu se lembrar da data da sentença em Los Angeles.

Um juiz do Arizona sentenciou o ex-atleta a nove anos, mas a pena acabou se transformando em liberdade condicional vitalícia.

“Eu não acho que o Sr. Sharper realmente colocou na sua cabeça o fato de que ele é um estuprador em série”, falou Michael McMahon, procurador assistente dos Estados Unidos, à juíza na corte.

Uma das vítimas que acordou ao lado de Sharper depois de ser drogada e abusada sexualmente também falou na corte antes de a sentença ser anunciada. A voz dela era instável e frequentemente ela levou um lenço aos olhos. O nome da moça não foi anunciado no tribunal e a reportagem da ‘Associated Press’ tem a política de não identificar vítimas de abuso sexual por nome.

Ela disse a Harper que por causa da arrogância e “clara estupidez” ele continuou a drogar e estuprar mulheres mesmo depois de saber que ela estava conversando com investigadores estaduais e federais.

“Por dias… você me mostrou… e a todo o sistema judicial da Louisiana um grande dedo do meio porque você pensou que não éramos capazes de pará-lo. Você continuou a estuprar outras mulheres em Los Angeles, Phoenix, Las Vegas”, falou a mulher.

Ela ainda disse entender que as pessoas cometem erros, mas se negou a considerar a atitude de Darren Sharper um equívoco.

“Mas não foi um erro. Um erro acontece uma vez e você nunca mais comete”, afirmou ela, que acrescentou que as atitudes dele eram “um modo de vida para você e seus amigos”.

A promotoria sugeriu uma pena de prisão de nove anos para Sharper sob um acordo judicial multi-jurisdicional, mas Milazzo recusou a sugestão em junho, considerando-a demasiadamente branda. A sentença então foi de 18 anos e quatro meses de prisão, 15 meses a menos do que a pena máxima. Darren Sharper também foi multado em US$ 20 mil.

Sharper está recebendo a mesma sentença para cada uma das três acusações de distribuir drogas com o estupro como objetivo, mas elas vão ser cumpridas simultaneamente com as outras e também com as sentenças estaduais, de acordo com a juíza.

Depois que o ex-jogador sair da prisão, ele ficará por três anos em liberdade condicional, incluindo “condições de tratamento sexual” e será registrado como criminoso sexual.

As acusações em todo o país envolvem nove vítimas, mas Milazzo afirmou no tribunal que pode haver até 16 mulheres que foram abusadas.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top