NFL

Eric Reid apresenta queixa de conluio sob o acordo coletivo de trabalho

Eric Reid, safety da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

O safety Eric Reid, atualmente um free agent, apresentou uma queixa nesta quarta-feira (2) sob o acordo coletivo de trabalho (CBA, em inglês). O defensor alega conluio entre os times da NFL como fator para ele ainda estar sem emprego antes da temporada 2018 da liga.

Reid está sendo representado pelo advogado Mark Geragos, que também responde em nome de Colin Kaepernick, quarterback atualmente sem time e ex-companheiro de Reid no San Francisco 49ers.

Brian McCarthy, porta-voz da NFL, negou-se a fazer comentários sobre a queixa, mencionando exigências de confidencialidade em procedimentos de arbitragem como esse.

A NFL Players Association (NFLPA), sindicato que representa os atletas da liga, emitiu um comunicado.

“Nossa união está ciente que Eric Reid e seus representantes legais apresentaram uma queixa de conluio, que será ouvida por meio do processo de arbitragem como detalhado em nosso acordo coletivo de trabalho. Nossa união apoia Eric e estamos considerando outras opções legais”, disse a NFLPA.

O mercado para safeties está bem fraco nesta offseason e essa pode ser uma das razões para Reid seguir sem emprego. Nomes como Kenny Vaccaro e Tre Boston também seguem sem equipe.

Contudo, Reid mencionou seu ativismo social e seus protestos, incluindo o ato de se ajoelhar durante o hino dos Estados Unidos antes dos jogos, como motivo para os times o estarem evitando.

Reid já afirmou que não planeja mais protestar dessa forma na temporada 2019.

Eric Reid visitou o Cincinnati Bengals no mês passado e parece que essa foi sua única visita na atual free agency, segundo o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Selecionado na primeira rodada do draft de 2013, Reid vestiu a camisa dos 49ers durante seus cinco anos de carreira até agora. Ele somou 10 interceptações, 34 passes defendidos, 318 tackles combinados e um sack na NFL.

Comments
To Top