NFL

Eric Berry é dispensado pelos Chiefs e Cairo Santos renova com Bucs; veja mais transações

Eric Berry, safety da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Kansas City Chiefs dispensou o safety Eric Berry no começo do ano novo da National Football League, no final da tarde desta quarta-feira (13).

“Eu gostaria de agradecer Eric por suas contribuições ao nosso time e à comunidade de Kansas City ao longo dos últimos nove anos”, disse o técnico Andy Reid, em comunicado oficial divulgado pela franquia do Missouri. “Vendo sua paixão e assistindo seu amor pelo esporte tem sido realmente marcante. Ele é uma pessoa especial, e desejamos a ele o melhor conforme sua carreira segue em frente”, completou o head coach.

A decisão se dá depois que o time acertou a contratação do safety Tyrann Mathieu, que fechou um contrato de três anos, com valor de US$ 42 milhões, nesta semana.

Atualmente com 30 anos de idade, Berry chegou aos Chiefs em 2010, ao ser escolhido na primeira rodada do draft (quinta escolha geral) depois de sair da Universidade de Tennessee. E logo ele se estabeleceu como um dos melhores safeties de toda a liga.

Como calouro, ele foi selecionado ao Pro Bowl pela primeira vez de cinco vezes ao longo da carreira. Ele foi selecionado para o primeiro time All-Pro em três oportunidades.

Contudo, sua segunda temporada na liga já teve problemas e ele sofreu uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho no primeiro quarto da estreia dos Chiefs na temporada e perdeu todo o campeonato.

Essa foi a primeira de quatro temporadas nas quais o defensive back perdeu quase toda a temporada.

Sua temporada 2014 foi encerrada precocemente devido a um diagnóstico de linfoma, mas ele se reabilitou do câncer e voltou a tempo de jogar na temporada seguinte, em um exemplo de perseverança. Ele treinou durante a offseason mesmo passando por tratamentos de quimioterapia.

A temporada 2017 de Berry terminou depois de apenas um jogo, após o defensor romper o tendão de Aquiles. E, em 2018, ele atuou em apenas três partidas devido a uma lesão no calcanhar.

Dos últimos 34 jogos dos Chiefs, contando playoffs, Berry participou de apenas três.

Em sua carreira profissional até agora, Eric Berry soma 14 interceptações, sendo cinco retornadas para touchdown.

Confira outras transações desta quarta (13) movimentada na NFL:

– O Tampa Bay Buccaneers anunciou a renovação com o kicker brasileiro Cairo Santos, que fechou um novo contrato de um ano de duração.

A equipe também renovou com o running back Peyton Barber e o linebacker Kevin Minter, ambos com acordos de um ano, e dispensou o defensive tackle Mitch Unrein sob designação de teste físico falho.

– O Washington Redskins dispensou o linebacker veterano Zach Brown, como anunciou o time. A equipe tentou trocar o defensor, com vários times demonstrando interesse, mas os Redskins não encontraram uma proposta tentadora. A decisão libera US$ 5,75 milhões no salary cap.

Os Redskins também cortaram o defensive lineman Stacy McGee nesta quarta. A dispensa do jogador de linha defensiva abre US$ 3,88 milhões na folha dos Redskins, caso a franquia designe o lineman como um corte pós-1º de junho.

A organização não marcou o wide receiver Maurice Harris como free agent restrito, segundo Mike Garafolo, da ‘NFL Network’. O jornalista acrescentou que o free agent parece estar despertando o interesse de alguns times da liga depois de fazer 28 recepções para 304 jardas em 2018.

– O New Orleans Saints chegou a um acordo de contrato de cinco anos com o kicker Wil Lutz, como anunciou a franquia da Louisiana de maneira oficial. Atualmente com 24 anos de idade, Lutz era um free agent e nunca houve um perigo real de ele deixar o time, com os Saints querendo manter o consistente kicker por muitos anos.

Lutz acertou 28 de 30 field goals chutados em 2018, sendo o mais longo de 54 jogos, e acertou 52 de 53 extra points. O kicker melhorou sua precisão nos field goals em cada uma de suas três temporadas em Nova Orleans (82,4% como calouro em 2016, 86,1% em 2017 e 93,3% em 2018). Sua porcentagem de 87% de field goals certos é a maior na história da franquia.

Os Saints também estão buscando um tight end e Jared Cook deve visitar o time nesta quinta-feira, como apurou Ian Rapoport, da ‘NFL Network.

– O Atlanta Falcons informou o right tackle titular Ryan Schraeder que ele está sendo dispensado. Schraeder, que perdeu seu posto de titular para Ty Sambrailo ao final da última temporada, tinha três anos e US$ 18,8 milhões remanescentes em seu contrato.

Os Falcons vão designar Schraeder como um corte pós-1º de junho, o que vai liberar US$ 6,45 milhões no salary cap da franquia.

– O Jacksonville Jaguars chegou a um acordo de extensão de contrato de três anos com o guard A.J. Cann, como confirmou a ‘NFL Network’. O acordo tem valor de US$ 15 milhões. Os Jaguars selecionaram Cann na terceira rodada do draft de 2015 e ele perdeu apenas quatro jogos em seus quatro anos na organização da Flórida, não sendo titular em apenas um dos 60 compromissos em que esteve em campo.

– O Chicago Bears está buscando um safety e HaHa Clinton-Dix pode ser o cara. O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, apurou que o free agent vai visitar a franquia de Illinois nesta quarta e quinta. Clinton-Dix fechou a temporada passada com o Washington Redskins, depois de ser trocado pelo Green Bay Packers.

– O Cincinnati Bengals anunciou que renovou com o linebacker Preston Brown, que assinou um contrato de três anos. O jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, noticiou que o acordo tem valor de até US$ 21 milhões. Depois de ficar na liderança na NFL em tackles em 2017, Brown sofreu uma lesão no joelho que encerrou sua temporada 2018 em novembro.

– O Tennessee Titans anunciou que chegou a um acordo de um ano com o guard Kevin Pamphile.

– O Dallas Cowboys fechou novos contratos com o fullback Jamize Olawale e com o offensive tackle Cameron Fleming.

– O Indianapolis Colts anunciou um novo contrato de um ano com o special teamer e cornerback Chris Milton.

– O Miami Dolphins anunciou a dispensa do guard Josh Sitton, que só disputou uma partida na temporada 2018 devido a uma lesão no ombro.

– O New York Jets fechou um contrato de um ano com o linebacker Neville Hewitt, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

– O New England Patriots deve trazer de volta o defensive end John Simon, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Os Pats também chegaram a um acordo de dois anos com o special teamer e running back Brandon Bolden, segundo Rapoport. Bolden passou a temporada passada com o Miami Dolphins após seis em New England.

– O Seattle Seahawks colocou uma tender de rodada original (quinta) no defensive end Quinton Jefferson, um free agent restrito, segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

Comments
To Top